Terrorista islâmico mata policial e esposa a facadas na Grande Paris

Um policial e sua esposa foram assassinados nesta segunda-feira (13) à noite perto de Paris. O terrorista, Larossi Abballa, de 25 anos, era ligado ao Estado Islâmico e foi morto pelas forças de segurança armadas do governo.

Às 22h00 de segunda-feira (17h00 de Brasília), Abballa agrediu esfaqueou nove vezes um policial à paisana em um bairro residencial de Magnanville, cidade a 60 km de Paris. Testemunhas afirmaram que ele gritou “Allahu Akbar” (Alá É Grande) no momento da agressão. O terrorista posteriormente invadiu a residência da vítima, que foi cercada pela força de elite da polícia. Após negociações sem resultado, a polícia invadiu o local (com transmissão ao vivo pela televisão francesa) e matou o criminoso. “Ao entrar, as forças de segurança encontraram o corpo de uma mulher com facadas no pescoço e o agressor foi abatido”, informou a procuradoria francesa. A mulher, esposa do policial assassinado, trabalhava como secretária na delegacia de Mantes-la-Jolie, município também próximo de Paris. Os agentes resgataram o filho do casal, de três anos, em estado de choque, mas ileso.

De acordo com a lei francesa, policiais devem andar desarmados quando não estão em serviço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here