Veja como são tratadas as pessoas que desejam liberdade em Cuba

No último domingo, 19 de junho de 2016, ocorreu a 58ª manifestação de cubanos que pedem a liberdade de presos políticos, liberdade de expressão e o fim da ditadura. Já são 58 eventos de exposição nas ruas e praticamente nenhuma manifestação na imprensa internacional. Com cartazes, apitos e vestidas de branco, o grupo de mulheres de várias idades conhecido como “Damas de Blanco”, organiza-se desde 2003, promovendo protestos pacíficos nas ruas de Havana e outras cidades.

De acordo com a confusão proposital da constituição de 1976 deste país, quem vai se manifestar “deve ter os meios necessários para os seus fins” e o artigo 209 do código penal expressa que “comete um delito contra a ordem pública quem participar de reuniões e manifestações que cometem infração contra as disposições que regulam o exercício de seus direitos”, na prática, qualquer manifestação é proibida. Esta última foi novamente reprimida pela polícia “revolucionária”, agentes do exército e policiais à paisana, como mostra o vídeo.

https://www.facebook.com/mvallejotv/videos/1815634315322781/

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/mvallejotv/videos/1815634315322781/” width=”500″ height=”400″ onlyvideo=”1″]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here