Vereador apresenta projeto de lei que obriga cada família a adotar cães e gatos

Obrigar cada família a adotar cães e gatos para “acabar com o sofrimento dos animais que foram abandonados”. Esse é o projeto esdrúxulo apresentado pelo vereador Rodrigo Maroni (PR), de Porto Alegre. Pela proposta, o Executivo Municipal determinaria o modo de realização da adoção e a quantidade de animais adotados por família.

Mais uma vez, um membro do estado acredita que irá resolver algo com uma canetada que obrigue milhões de pessoas a fazerem algo que ele quer. Adotar ou não um animal deve ser uma decisão tomada de forma voluntária pelas próprias pessoas e não algo imposto pelo estado.

11 COMENTÁRIOS

  1. Uma das ideias mais imbecis de todos os tempos que encontrará repúdio de quem gosta e de quem não se importa com animais abandonados. Enquanto isso, veterinários que tentam oferecer serviços gratuitos a pessoas carentes que querem cuidar adequadamente de seus bichos são processados pelos sindicatos de classe. Estamos indo bem mesmo.

  2. Um imbecil. Quem adota animais é porque ama. Já pensou o coitado do bicho numa casa para ser maltratado? Tem que tirar tanto imposto dos veterinários para baratear a castração.

  3. Lei em causa própria, já que o primeiro animal a ser adotado compulsoriamente vai ser o próprio vereador.

  4. Ao invés pporque não dar um desconto no imposto de renda?
    Um animal de estimação e como se fosse um membro da família. Come, bbebê e necessita de cuidados veterinários, acho que seria mais justo.

  5. Boa! O próximo estágio será exigir que cada cidadão dê residência a um morador de rua, podendo a cota a ser cumprida atingir, de acordo com a faixa remuneratoria do burguês opressor, até 3 mendigos adotados. Que piada, viu. E tinha que ser no meu RS, o maior antro de esquerda do Brasil, ao lado do RJ.

    • Até porque se for ‘obrigação’, muitos não irão cuidar dos animais como se deve.
      Farão somente por obrigação e maus tratos serão recordistas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here