10 dicas rápidas para um Feliz Ano Novo

  1. Se você comprar um cachorro, saiba que o mundo não vai parar de soltar fogos por causa disso.
  2. Se você comprar uma bicicleta, saiba que o mundo não vai parar de usar carro só por sua causa.
  3. Se você virar vegano, saiba que o comércio mundial de carne não vai acabar e as pessoas vão continuar comendo carne.
  4. Se você é um homem e acha que é uma mulher que nasceu em corpo errado, você tem uma doença mental, então não mutile seu corpo, trate sua mente.
  5. Se você começar a meditar, parabéns, vai te fazer bem, mas você não vai virar um ser humano desperto mais iluminado que os outros seres humanos por causa disso. Nem se você mudar seu nome para Srila PrabhuBaby KrishnaGil.
  6. Ah, também não adianta passar uma semana na India. Aliás, nem dois anos.
  7. Se você é lésbica, lésbico, “trans” ou qualquer outra coisa e quer inventar um pronome novo pra você, parabéns, mas não faça raivinha com quem continuar usando apenas “ele” e “ela”.
  8. Falar de forma lenta e pausada, acentuando algumas sílabas, não faz qualquer besteira virar verdade e nem transforma você em um filósofo. Nem se você for careca ou barbudo.
  9. Não tente mudar o mundo impondo suas idéias. As pessoas precisam ser convencidas. Afinal são mais de 7 bilhões de donos da verdade.
  10. Não importa quem for eleito, o governo vai continuar te roubando. Então, ao invés de tentar esperar algo de bom do governo, tente ficar independente dele.
Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

8 COMENTÁRIOS

  1. Só tem que se atualizar porque o Cid 10 foi lançado em 1989 e no Cid 11 já estão removendo a parte de transexuais. De resto tá de parabéns.

    • Moedas digitais seria um bom começo.
      Boa parte do poder do governo vem do direito de controlar a moeda.
      Se a população começar a usar moedas criptográficas no comércio, ela se protege da inflação. Isso está acontecendo nesse momento na Venezuela.
      Importante também é parar de usar os bancos. Eles são sócios do governo na expansão monetária que aumenta o preço de tudo.

      Outra forma seria usar energia descentralizada. A energia solar está cada vez mais barata. É um jeito de se proteger contra a próxima Dilma que arruinar o setor energético.

      Mais uma forma é usar aplicativos independentes do governo: Aidbnb, Uber, etc. O governo tenta acabar com eles. Mas surgirão outros
      E hoje existem aplicativos completamente distribuídos. Como algumas redes sociais ou site de vendas.

      Outro exemplo é o https://monetas.net/. É um sistema de transferência de dinheiro sem impostos e sem taxas.

      A coisa está só começando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here