A periferia é liberal, Mano Brown

Mano Brown está revoltado.

Mano descobriu que a periferia não quer “revolução”, quer iPhone, e deixou de ser fã do PT.

O pobre não quer saber de “luta de classes”, quer mesmo é ter uma conquista individual, obter mais conforto, “subir na vida”.

Não quer saber do discurso furado que chama bandido de “suspeito” e policial de assassino, quer apenas chegar em casa em segurança com a família sem correr o risco de levar um tiro no meio do caminho.

Mano Brown admite: quem defende Lula, como ele faz, é “apedrejado” e “linchado” na Internet, onde os petistas da imprensa não têm vez. Pobre não gosta de bandido.

Mano está com medo. Medo porque ele diz “saber o que é bom para o povo”, mas o povo está pouco se lixando para a opinião política de Mano Brown ou daqueles que se arrogam como “defensores do povo”.

Mano descobriu que cada um sabe o que é melhor para si próprio, sem precisar que Mano Brown ou um político qualquer diga.

Só falta Mano descobrir que a periferia não é “de direita”. O pobre não quer alguém cagando regra na sua vida, seja o estado, a esquerda, a “direita”, o padre ou o pastor. O pobre sabe mais sobre a própria vida do que quaisquer outras pessoas.

A periferia é liberal, Mano Brown.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

15 COMENTÁRIOS

  1. Concordo a periferia e Liberal mesmo, o Próprio mano Brown deveria escutar as suas próprias músicas que são de crítica
    , dane se a esquerda com seu assistencialismo, dane se a direita com sua hipocrisia, viva o liberalismo,
    Obs: toda generalização e burra, tá longe de ter tanto policial corrupto como diz o PT e mais longe ainda de ter tantos honestos como diz a direita

  2. Todos que comentaram nunca ouviram as músicas dos Racionais que são totalmente de cunho liberal, de valorização do indivíduo trabalhador e crítica aos malandros e bandidos. Ele sempre foi liberal e nunca soube.

  3. O autor disse que Mano Brown “descobriu” ou seja, soube depois.
    Assim como a campanha do Haddad “descobriu” que o povão cansou do vermelho;

  4. Tomara que tenha crescido e amadurecido mesmo, pois sempre foi oportunista surfando nas ondas: Já se declarou do Candomblé, depois apareceu citando bíblia, Jesus e pensamentos evangélicos, depois fez propaganda para o PT promovendo o terrorista brasileiro Carlos Marighella… qual será a próxima encenação?

    • Os únicos erros por aqui estão no seu comentário: não é “ta”, é “está”. E não é “cheio de erro”, se estivesse cheio possuiria mais do que um erro, logo estaria “cheio de erros”.
      Recomendo que aprenda o português antes de tentar corrigir alguém.

      • Ótima resposta, queria conhecê lo algum dia, para que possa dar algumas dicas para fundar um grupo ou instituto aqui no Mato Grosso.

  5. Meu comentário é simples como sempre: Nem sei como esse mano Brown esta vivo até hoje! Só vive rodeado de bandidos.E olhem que tinha tudo para ser um grande rapper viram? Mas preferiu a esquerda caviar.Agora que se dane.O povo da periferia nunca foi de esquerda ou direita (alias nem estão interessados ou sabem o que é isso).O que o povo da periferia quer é o que todos nós brasileiros queremos: VIVERMOS EM PAZ E PODERMOS PROGREDIR NA VIDA SEM PROBLEMAS.Mano Brown demorou tanto tempo para perceber isso? Idiota mesmo!

    • A periferia que mano defendia em suas letras antigas, hoje sangra pelo socialismo. Trabalhador sendo assaltado no ponto de ônibus, as pessoas não precisam de esmola do governo as pessoas precisam de oportunidades para crescer e buscar o seu. É só o governo fazer sua parte. O resto com o povo!!!

  6. Mano Brown saiu da periferia e se deslumbrou. Foi cooptado pela beautiful people e traiu seu povo. Pelo menos manteve alguma conexão para perceber que a periferia não engole essa história de esquerdinha caviar.
    Volta para seu povo Mano. Não se deixe usar. Não se venda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here