Como o livre mercado transformou a Internet da Romênia em uma das melhores do mundo, sem limites

Recentemente a sociedade brasileira tem se mobilizado contra a proposta do oligopólio da telecomunicação (Claro, Oi, Tim e Vivo) de limitar a quantidade de dados consumidos pelos brasileiros na Internet. A página no Facebook Movimento Internet Sem Limites, por exemplo, já reúne mais de 140 mil pessoas.

Entretanto, não há uma ação contra a causa do problema e sim contra suas consequências. A decisão das operadoras de limitar a internet é uma ação que só acontece porque o estado as protege da concorrência. A Anatel, que teoricamente deveria proteger os consumidores, blinda as operadoras e não permite que nenhuma outra empresa – grande ou pequena – oferte um serviço melhor e mais barato no país.

O Brasil precisa aprender com a Romênia, que fez exatamente o oposto. Ao invés de criar uma agência que limita a concorrência, abriu o mercado e o deixou livre para que qualquer operadora preste o serviço. E os resultados foram surpreendentes. Hoje, o país do Leste Europeu possui a sexta melhor Internet do mundo, superando países como Alemanha, Canada e EUA. Com um contrato de 10 euros (40 reais) por mês, é possível ter uma internet com velocidade de 650 Mbps de download e 100 Mbps de upload:

Velocidade da internet na Romênia
Velocidade da internet na Romênia

Essa velocidade impressionante da Internet na Romênia chamou até a atenção do pré-candidato democrata à presidência dos EUA, o socialista Bernie Sanders. Em seu Twitter, Sanders escreveu: “Hoje, as pessoas vivendo em Bucareste, Romênia, têm acesso a uma internet muito mais rápida do que na maioria dos EUA. Isso é inaceitável e tem de mudar.”

internet baixa

E para a surpresa do socialista, um dos seguidores respondeu que a Romênia só conseguiu melhorar os serviços de internet com a abertura do mercado.

O Brasil precisa aprender que não basta lutar apenas contra os abusos de empresas corporativistas, é preciso ir além e lutar contra seus privilégios. A Anatel precisa ser extinta, e para ontem.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

6 COMENTÁRIOS

  1. ESTÁ DIFICIL,POIS AS GANGUES COMUNISTAS DO CONGRESSO ,MAMAN NAS TETAS DAS OPERADORAS,CONTRIBUINTE,PAGA A FARRA DE FILHOS NETOS E BISNETOS DOS VERMELHOS.

  2. Não, não foi essa a resposta que o usuário do Twiter deu ao Sanders. Alguns de nós sabem ler inglês, mano.
    O maluco disse que eles MATARAM o comunista ditador deles na manhã de Natal em 1989.

    • Foi essa resposta, sim. Ele apenas incrementou que essa abertura de mercado se deu quando mataram o ditador comunista deles na manhã do Natal de 1989.

  3. Vcs poderiam falar mais sobre como é o mercado de internet lá, qual é a regulamentação que existe (se existe) e quantas empresas existem, pelo menos em nivel nacional.

  4. É inacreditável o que eles estão querendo fazer no Brasil. Concordo absolutamente com o autor do texto, deveriam buscar soluções e abrir esse ramo para livre mercado. Isso é um grave problema, nós temos um cartel estabelecido no sistema de telefonia, e se nós (povo) não tomamos uma medida, seja reclamando ou reivindicando contra tais atos, vai ficar por isso mesmo, as empresas lucrando cada vez mais, exorbitantemente, e nós usuários cada vez mais prejudicados.

  5. Dificilmente esse abuso cometido pelas prestadoras de serviço vão vingar no Brasil. Os protestos serão imensuráveis, não só pelo novo modelo de dados, mas também pelo péssimo serviço prestado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here