Se Donald Trump faz tanta oposição, por que a mídia esquerdista torce por ele?

Trump venceu em nove dos doze estados na primeira Super Terça. Rapidamente, a mídia tratou de coroá-lo como o candidato Republicano que enfrentará Hillary Clinton nas eleições gerais em novembro. Há um esforço nítido do quarto poder em transformar o barão do mercado imobiliário no candidato que enfrentará os Democratas.

Donald Trump é um ex-democraata machista, racista e preconceituoso, tendo se envolvido indiretamente com a Ku Klux Klan, e quer punir latinos e islâmicos enquanto deseja ser presidente de um país com 25 milhões de eleitores latinos, 27 milhões de eleitores negros e 16 milhões de eleitores gays, sem falar dos milhões de eleitores que rechaçam o comportamento reacionário do Trump. Mesmo assim, a imprensa criou a imagem de que somente Trump será capaz de derrotar Hillary Clinton em novembro.

A imagem de supercampeão de Trump começou a esfacelar depois que perdeu Iowa, Oklahoma e Texas para Ted Cruz, bem como Minnesota para Rubio (que mesmo ganhando em apenas um estado, segue firme como possível candidato), sendo que tanto Cruz quanto Rubio aparecem com melhores chances de derrotar Hillary nas pesquisas. Na última pesquisa divulgada em 1° de março, Hillary teria oito pontos de vantagem sobre Trump (52% a 44%), enquanto empataria, dentro da margem de erro de 3% para mais ou para menos, com Rubio (47% a 50%) e Cruz (48% a 49%).

Quatro dias atrás, em entrevista ao Face The Nation, Marco Rubio culpou a mídia pela ascensão de Donald:

“A mídia que cobre a campanha de Donald Trump se comportou quase que como uma líder de torcida durante essas duas últimas semanas e estou convencido que isso se dá porque a maioria deles (a imprensa) quer que ele seja nomeado. Penso que eles entendem que isso será bom para a audiência e porque sabem que há muito material para trabalhar. Se Donald Trump se tornar por acaso o nomeado, imediatamente as hordas do inferno (a imprensa) irão começar o ataque contra ele, destruindo ele e tudo o que ele fez, e Hillary Clinton terá uma chance real de conquistar o Salão Oval. Esse cara não ofereceu nem mesmo uma proposta séria de política pública, o que é fundamental se você quer ser o Presidente dos Estados Unidos. Então penso que existe um fato estranho em como a imprensa está se comportando em relação a Donald Trump, pois sabem que ele é o republicano mais fácil de ser derrotado.”

Seria Trump o cordeiro oferecido em sacrifício para garantir a terceira vitória consecutiva dos Democratas? A mídia exalta o candidato mais controverso enquanto cobre com menor intensidade candidatos extremamente qualificados e genuinamente republicanos como Ted Cruz e Marco Rubio. O GOP está tão desesperado com o efeito Trump que cogita a entrada de Mitt Romney (candidato republicano em 2012) na disputa.

Uma coisa é certa: Trump pode estar na liderança e com vantagem, mas é muito cedo para dizer que ele é o candidato republicano. Com a saída de Carson e Kasich da corrida eleitoral, o conturbado tabuleiro do GOP assumirá uma nova configuração e poderemos ter um real vislumbre do que está por vir.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

8 COMENTÁRIOS

  1. E não é que o Trump tem feito o governo mais liberal (economicamente) dos EUA em décadas? Que coisa, não ILISP?

    Quem sabe os “jênius” entre vocês responsáveis por essa porc…, quer dizer, “artigo”, não arruma uma vaguinha em empresas como a Folha, G1, Uol e semelhantes?

    Ah, como divirto-me com esses “liberals (escrito assim mesmo, do jeitinho que é feito nos EUA”! ;P ).

    • Sim, tem feito justamente porque não cumpriu as promessas protecionistas da campanha. Não é muito difícil ser mais liberal que Obama, W Bush e Bill Clinton.
      No mais, o 1,5 trilhão de dólares que ele pedirá ao Congresso americano para torrar com o governo são o oposto do liberalismo. É Keynes puro.
      Aguarde a bolha de dívida – que ele está aumentando – estourar e entenderá porque isto não tem nada de divertido.

  2. Noss, até que enfim algum comentário qualificado! Sempre vi Trump como algo “bizarro” dentro do GOP até porque ele não tem nada a ver com a direita política de verdade.

    E, cá entre nós, ele não ganharia as eleições se fosse o candidato e com certeza o colégio eleitoral Republicano já percebeu isso há tempos e não estão o escolhendo como possível candidato.

    Uma observação incessante e a forma com que a mídia e os próprios Democratas o desqualificam, e com razão, para não o escolherem como futuro presidente dos EUA. Até a Globo News o desqualificada, claro, convém à esquerda mostrar o GOP como algo bizarro, Trump e o exemplo!

  3. Esse é o artigo mais bosta de todos os tempos. Parabéns pela desinformação. Me ache apenas uma única citação racista, machista ou preconceituosa dele. Vamos lá.

  4. Querem uma direita moderninha que só discuta amenidades sobre economia e administração? O PSDB está de braços abertos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here