Após regular Uber, gestão Doria lançará aplicativo para estatizar o setor

Não satisfeita em criar regras antiliberais para atender a demanda do cartel de taxistas por regulação dos aplicativos de motoristas privados, a gestão de João Doria (PSDB) na Prefeitura de São Paulo resolveu ir além: criou um aplicativo “gratuito” da prefeitura para tirar os aplicativos privados do mercado.

Na última quarta-feira (11), Doria anunciou o lançamento do aplicativo SPTáxi, o qual poderá ser utilizado em caráter experimental por taxistas do município a partir de janeiro de 2018. O aplicativo será “gratuito” para taxistas e haverá a opção de oferecer descontos de até 40% sobre as corridas. Na prática, a gestão Doria quer oferecer uma opção estatal para matar aplicativos como Uber, Cabify e 99, os quais cobram porcentagens sobre as corridas efetuadas pelos motoristas, e estatizar novamente o setor.

Por enquanto, os descontos que motoristas de táxi poderão oferecer sairão de suas receitas, não havendo qualquer subsídio por parte da administração municipal. Entretanto, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) – cuja gestão foi autora do aplicativo estatal original, o “Taxi Rio” – anunciou o intuito final da ideia: estatizar o setor. “Se houvesse subsídio da prefeitura, o motorista de táxi daria desconto de 100%”, afirmou Crivella, por ora, em “tom de brincadeira”.

A Prefeitura de São Paulo importará a tecnologia de aplicativo que está em fase de testes no Rio de Janeiro. A adaptação e manutenção do SPTáxi ficará a cargo da Secretaria de Transportes e da Prodam e custará até R$ 2 milhões por ano aos pagadores de impostos.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

5 COMENTÁRIOS

  1. O dória é lobbista abastados do PSDB, mal educado com seus eleitores e autoritário, não deveria nem ser prefeito, outra o Uber, 99 sai opção nova, livre mercado tem qualidade nos serviços os taxistas soa viciados ao mal atendimento de década e além de vender e especulação de praça termo de permissão pública, dada pelo município e estava sendo especuladores e com.mak serviço

  2. o serviço de taxi é viciado, nao se adaptarão a atender bem, quem faz uso de taxi praticamente sabe que será roubado e mal atendido… o uber os motoristas se esforçam muito para atender
    sem falar que o aplicativo da prefeitura é estatal… a medio longo prazo ficará lendo dará pau etc… ou seja… gente como doria nem deveria existir.

  3. Não vai funcionar! Pode-se dizer que 50% do sucesso do UBER é a tarifa e 50% deve-se a cordialidade e gentileza dos motoristas e a excepcional qualidade de surgir quase que instantaneamente após serem chamados! No primeiro “coice” de um taxista usando o aplicativo o cliente desistirá! E a primeira coisa que se pensa ao chamar um táxi hoje em dia, é o fato de ter que enfrentar a extrema rabugice e má-vontade dos motoristas! Claro, há poucas exceções mas muito, muito raras!

  4. Agora o táxi q segundo a Uber é um transporte público não pode ter um app regido pelo órgão publico competente?
    Deixa a Uber é os outros particulares com seus aplicativos e o táxi com o aplicativo municipal. Vamos disputar mercado e pronto!

  5. A máfia dos taxistas sugaram por décadas os usuários, agora com uma concorrência vem essa da prefeitura subsidiar as corridas, quem vai pagar isso novamente são os pagadores de impostos que não querem serviços de má qualidade, onde taxistas fazia o preço que queriam, sem qualidade, mal educados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here