Após rejeitar recursos do Santander, alunos da Unicamp protestam pela falta de verba

A reitoria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi ocupada na manhã desta quarta-feira (11), por cerca de 600 estudantes. Eles protestam contra a redução de verbas públicas, retirada do bolso dos trabalhadores, para a universidade.

O ato acontece dois meses após uma manifestação contra os investimentos do Santander na universidade, quando os manifestantes obrigaram todos os alunos a pularem a catraca do bandejão.

O protesto desta quarta-feira começou após o anúncio do corte de R$ 40 milhões para a instituição por parte do governo estadual. Os estudantes estão encapuzados e entraram pela lateral do prédio. A universidade, até o momento, não se pronunciou sobre a manifestação.

2 COMENTÁRIOS

  1. Absurdo! Todas as universidades públicas deveriam ser transformadas em fundações privadas e incentivadas a captar recursos na iniciativa privada e entre Os governos devem concentrar esforços na educação básica (ensino fundamental e médio). Não faz o menor sentido que os pobres paguem para alunos egressos das caras escolas privadas estudem de graça, enquanto os pobres pagam mensalidades nas universidades privadas. As universidades públicas em vez de produzir ciência, estão incentivando ideias e militância marxista com dinheiro público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here