“Caça-Fantasmas” feminista fracassa em todo o mundo e dará enorme prejuízo

Desde sua estreia na telona, é sabido que a nova versão de Caça-Fantasmas (2016) – que substituiu todos os atores principais do filme original por atrizes – precisaria fazer algo entre 300 e 400 milhões de dólares para começar a dar lucro. E, como esperado, parece que o filme não baterá a marca. Passará bem longe dela, na verdade.

Segundo o Hollywood Reporter, mesmo considerando a cifra menor de 300 milhões (oficialmente admitidos pela Sony, produtora do filme), a estimativa é que o filme acabe no vermelho com 70 milhões de dólares de prejuízo – até este fim de semana, o filme amealhou apenas 180 milhões de bilheteria no mundo todo.

O resultado medíocre já está demolindo os planos da Sony e do elenco para a produção de uma sequência. É claro que eles não vão admitir isso, mas saber que a empresa já deu o sinal verde para uma animação de Caça-Fantasmas chegar aos cinemas em 2019 – e não se pronunciou sobre uma segunda versão do filme lançado este ano – é bem revelador.

Oficialmente, a Sony diz que não perderá (muito) dinheiro com o filme, já que ele ainda não estreou em certos países como Japão e França, fora a venda de brinquedos, jogos, licenciamento de produtos e atrações em parques temáticos. Mas o prejuízo será inevitável.

Depois dessa tijolada na cara, talvez a Sony aprenda a ter maior sensibilidade com o próprio público na produção do novo filme animado. Ou fazer um filme bom pra variar.

4 COMENTÁRIOS

  1. As próprias mulheres nao dã força..depois ficam enchendo a paciencia reclamando de machismo, de jogos olimpicos que só dao atenção aos homenes, que eles recebem premiações m,aiores. ora bolas, elas nao se unem..só se unem para reclamar…fala sériio, hein!

  2. Não achei nada disso e gostei do filme. Voces assistiram pelo menos? Pelo contrário fizeram piada com as feminazis.

  3. Filme feito apenas pra agradar aos acéfalos seguidores de uma ideologia porca… Tem mais que se foder mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here