Campanha de desarmamento do “Sou da Paz” junto com gestão Doria recebeu somente 25 armas

A Prefeitura de São Paulo, sob gestão de João Doria (PSDB), fez uma parceria com o Instituto Sou da Paz para aumentar o desarmamento na semana passada. Quatro postos da Guarda Civil Metropolitana (GCM) foram especialmente preparados para receber as armas da população: dois na Zona Sul (Vila Mariana e Santo Amaro), um na Zona Norte (Santana) e um na Zona Leste (Aricanduva/Formosa).

O resultado, entretanto, ficou muito aquém do previsto: somente 25 pessoas entregaram suas armas voluntariamente aos guardas civis armados do estado e abriram mão do seu direito à autodefesa, de acordo com o próprio Sou da Paz.

7 COMENTÁRIOS

  1. 25 armas numa cidade com 10 milhões(?) de habitantes, rsrs…inversamente proporcional ao tamanho do ridículo que é uma campanha dessas, na conjuntura atual. Que pisada de bola, Seu Dória…E o(a) jumento(a) que entregou aquela pistola da foto merece tomar um “bote” violento, para largar a mão de ser trouxa.

  2. O pior é que a população disse que não quero ser desarmada em dos dois únicos plebiscitos que houveram na história recente desta republiqueta, mas como a esquerda sempre faz só ouve a população quando concorda com a agenda totalitária.

  3. Vou entregar é a minha caceta pra eles até parece que vou abrir mão do meu direito a defender minha vida

  4. E os idiotas morrem primeiro. O problema é que se reproduzem aos montes e infectam os desavisados com sua idiocracia.

  5. A POPULAÇÃO SE DESARMA, MAS OS BANDIDOS NÃO, BELA BOSTA ESSA CAMPANHA, AINDA BEM Q POUCOS IDIOTAS PERDERAM SEU DIREITO A AUTO DEFESA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here