Contra xenofobia, supermercado remove produtos estrangeiros e fica parecido com o socialismo (Veja)

Em uma tentativa de combater o racismo e a xenofobia, ideologias crescentes na Europa e EUA, um supermercado privado na Alemanha resolveu remover todos os produtos estrangeiros de suas prateleiras para mostrar como seria um país ultra-nacionalista. Após as remoções, o supermercado ficou parecido com os mercados de regimes socialistas, como a nossa vizinha Venezuela. A maior parte das prateleiras ficaram vazias.

Às vezes é difícil enxergar o quanto a sociedade moderna depende do livre comércio internacional. É com a cooperação de bilhões de pessoas no mundo, de diferentes nacionalidades, que se cria desenvolvimento social-econômico no mundo todo.

O resultado dessa campanha na Alemanha, apenas mostra que ser nacionalista não difere muito da mentalidade socialista. O protecionismo é tão prejudicial ao desenvolvimento de uma nação quanto as estatizações dos meios de produção promovidas por regimes socialistas.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here