Correios fecharão agências e deixarão de ter agência em parte das cidades brasileiras

Após quatro anos seguidos de prejuízo, os Correios – origem do escândalo do Mensalão – fecharão agências próprias em grandes centros urbanos por todo o Brasil. O número ainda não está definido, mas a estatal — que registrou em 2016 prejuízo em torno de R$ 2 bilhões, patamar semelhante ao de 2015 — vai fundir agências muito próximas. Somente na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, num raio de 10 quilômetros, há 20 agências próprias da empresa, uma a menos de um quilômetro da outra. Atualmente a empresa conta com 6.511 agências próprias por todo o país.

Responsável pela condução do estudo de fusão das agências, o vice-presidente da rede de agência e varejo, Cristiano Morbach, adianta que o “número vai cair bastante”. A empresa ampliará a rede de agências franqueadas, hoje pouco mais de 1.000, e planeja criar a figura de microempreendedor postal, uma pequena empresa que assumiria os serviços postais em localidades menores.

A ideia é que os Correios economizem com custos de manutenção, aluguel dos imóveis e funcionários. As agências franqueadas são privadas, selecionadas por meio de uma oferta pública e remuneradas com um percentual das receitas dos serviços, oferecendo praticamente todos os serviços postais das agências próprias.

Outros dois pontos do plano de economia são o plano de demissão voluntária (PDV) oferecido aos funcionários e a revisão da política de universalização dos serviços postais, que obriga a estatal a estar presente em todos os municípios. O PDV já teve adesão de 2 mil funcionários nos primeiros 15 dias — a estatal espera a adesão de 8,2 mil empregados com economia anual entre R$ 700 milhões e R$ 1 bilhão. O prazo termina no próximo dia 17. O fechamento das agências está em consonância com o enxugamento do número de funcionários.

O prejuízo de R$ 2 bilhões de 2016 foi impactado pelo rombo de R$ 1,8 bilhão da Postal Saúde, plano de assistência médica dos funcionários. Hoje, os funcionários não pagam mensalidade para ter direito ao Postal Saúde. A estatal também pretende reformular o plano nos próximos meses.

6 COMENTÁRIOS

  1. Central dos Correios não Atendem o Telefone
    e o Serviço Online pra Reclamações não está funcionando!
    O que Fazer em caso de Roubo nesses casos? Como receber a indenização?

    1- JR886452789BR Postado dia 08-02-2017 Mato Grosso
    2- JR886452775BR Postado dia 08-02-2017 SP CDD Itatiba (Não Atendem o telefone)
    3- JR886457959BR Postado dia 10-02-2017 Amazonas!
    4- JR886457976BR Postado dia 10-02-2017 Tocantins
    5- JR886458101BR Postado dia 13-02-2017 Recife ! Obs: A menos de uma hora daqui!
    6- JR886441287BR Postado dia 16-02-2017 São Paulo! Era um dos melhores correios!
    7- JR886441295BR Postado dia 16-02-2017 Goiás ! Obs: Com AR , Será que o AR Vai funcionar?
    8- JR886441273BR Postado dia 16-02-2017 Minas Gerais
    9- JR886441256BR Postado dia 16-02-2017 São Paulo
    10- JR886441260BR Postado dia 16-02-2017 Brasília DF Sem AR!
    11- JR886458512BR Postado dia 20-02-2017 Ceará ! Obs: com AR!
    12- JR886458490BR Postado dia 20-02-2017 São Paulo
    13- JR886458509BR Postado dia 20-02-2017 Bahia ! Coladinho a PE!
    14- JR886458526BR Postado dia 20-02-2017 Brasília DF com AR!

  2. Dizer que plano de saúde é rombo é de uma irresponsabilidade ou má intenção enorme. Uma empresa que arrecadou 21 bilhões no ano não pode culpar o plano de saúde. É má administração!!!

  3. Nunca esqueci de um sueitinho em minha universidade (UERN) que ao se integrar a essas juventudes de partidos de esquerda lá, na semana seguinte estava empregado pelos Correios.

  4. Resultado de anos de roubos, falcatruas, negociatas escusas, feitas pelos seus principais líderes, indicado pelos nossos políticos, que com certeza são os piores do mundo, responsáveis pelo atraso econômico, social, cultural, se os militares não tivessem assumido o poder por esses vinte e poucos anos, estaríamos todos na lavoura de cana.

  5. Um antro de ladrões, mal empregados, roubam objetos dos clientes, jogam as cxs com preguiça e por maldade…
    Quero ver essa gentalha tudo no olho da rua.
    Se juntar os funcionários desta porcaria de empresa com os da Alfandega, Receita Federal, posso chamar sem generalizar, LADRÕES! RUA COM ELES. FECHEM TUDO.

  6. Minha irmã trabalha nos Correios e realmente os funcionários não pagam mensalidade para ter o Postal Saúde, mas pagam um percentual de cada consulta e exame feito pelo plano.

    Portanto funciona assim, não usa, não paga, se usa, paga.

    Compreendo que existe uma estrutura com custos, usando ou não o sistema, mas a informação precisa ser completa para não dar a impressão de que não há desconto algum em folha.

    Isso não muda o prejuízo nem o rombo, trata-se apenas de dar a info correta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here