Em Dubai, Doria apresenta “o maior programa de privatização da história de São Paulo” (Veja)

O prefeito de São Paulo, João Doria, apresentou nesta terça-feira (14) em Dubai, nos Emirados Árabes, um video de quatro minutos e 25 segundos em que mostra a investidores estrangeiros as oportunidades de investimento na capital paulista por meio de privatizações e concessões. Em um dos trechos, a Prefeitura afirma que a cidade passa pelo “maior programa de privatização de sua história”.

Doria participa nesta terça de encontro de prefeitos de cidades mundiais e se reunirá à tarde com investidores. O objetivo é promover os 55 lotes de privatização, concessão e PPPs, definidos pela Prefeitura de São Paulo.

O vídeo apresenta as vantagens de negócio em diversos equipamentos públicos, como o Autódromo de Interlagos, o Complexo do Anhembi, o Estádio do Pacaembu, o Parque do Ibirapuera e o Mercado Municipal. Também cita os 29 terminais de ônibus, o Bilhete Único, a iluminação pública e até o Serviço Funerário.

A cidade é mostrada como uma das maiores do mundo em número de habitantes e infra-estrutura tecnológica. O vídeo destaca a pluralidade de imigrantes e o protagonismo econômico de São Paulo na América Latina e em mercados emergentes.

Doria afirma interesse em privatizar o Anhembi e Interlagos e promover a concessão à iniciativa privada do Pacembu, dos mercados e dos parques municipais.

Assista:

 

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

11 COMENTÁRIOS

  1. Político oferecendo liberdade? Ainda mais prefeito? Conversa fiada, rapidinho ele diz que precisará de “mais poder”.

  2. Ô moçada, que que isso? Nós em 2017 e vcs militantes do neoliberalismo falido repetindo a ladainha da privatização? Pô galera, isso é recalque. Afinal, a telefonia no Brasil é incrível, tem uma cobertura fantástica, preços incríveis e a melhor tecnologia de dados do mundo. Nossa, nunca vi uma privatização que deu certo no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here