Em grave crise, Editora Abril demite mais de 100 funcionários

Em grave crise econômica, a Editora Abril – responsável pelas revistas Capricho, Claudia, Exame, Mundo Estranho, Placar, Quatro Rodas, Superinteressante e Veja, entre outras – anunciou a demissão de mais de 100 funcionários. O corte ocorre um mês após o publicitário Walter Longo deixar a presidência da empresa.

O número de demitidos pode chegar a 170 pessoas até fevereiro e as verbas rescisórias a serem pagas aos demitidos devem ser parceladas em até 10 vezes. A medida ocorre após o anúncio de encerramento de uma revista do grupo e a tentativa de negociar previamente, sem sucesso, as demissões com o sindicato de jornalistas.

A editora também pretende deixar o prédio que ocupa atualmente no bairro de Pinheiros, em São Paulo, para ocupar um escritório menor e mais barato em outra região da cidade. Um pedido de recuperação judicial, por ora, está descartado.

3 COMMENTS

  1. Revista Capricho já saiu de circulação há um bom tempo. As que são enviadas às bancas são relançamentos de edições especiais.

  2. É… isso mostra q lacre não da lucro….

    Quero ver o circo pegar fogo KKKKKKKKKKKKKKKK

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here