DOE

Em grave crise, Editora Abril demite mais de 100 funcionários

Em grave crise econômica, a Editora Abril – responsável pelas revistas Capricho, Claudia, Exame, Mundo Estranho, Placar, Quatro Rodas, Superinteressante e Veja, entre outras – anunciou a demissão de mais de 100 funcionários. O corte ocorre um mês após o publicitário Walter Longo deixar a presidência da empresa.

O número de demitidos pode chegar a 170 pessoas até fevereiro e as verbas rescisórias a serem pagas aos demitidos devem ser parceladas em até 10 vezes. A medida ocorre após o anúncio de encerramento de uma revista do grupo e a tentativa de negociar previamente, sem sucesso, as demissões com o sindicato de jornalistas.

A editora também pretende deixar o prédio que ocupa atualmente no bairro de Pinheiros, em São Paulo, para ocupar um escritório menor e mais barato em outra região da cidade. Um pedido de recuperação judicial, por ora, está descartado.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!