Estudantes impedem que esquerdistas invadam e “ocupem” escola no Paraná

Alunos de São Mateus do Sul, no sul do Paraná, contrários ao movimento de invasão de escolas coordenado pela esquerda, impediram a ocupação do Colégio Estadual São Mateus na quinta-feira (20). De acordo com a direção da escola, alguns alunos ficaram sabendo da possível invasão e se mobilizaram nas redes sociais para evitar que ocorresse. Eles também procuraram professores.

Uma professora convocou o grêmio estudantil e dois líderes do movimento de invasores, que se reuniram e decidiram fazer uma assembleia na quinta-feira com todos os estudantes. A maioria foi contrária à invasão e, com isso, foi assinada uma ata, com todos os participantes da reunião, que garantia que a escola não seria invadida. Mesmo assim, 15 esquerdistas desrespeitaram a decisão e tentaram invadir o local à noite, sendo contidos pelos alunos do período noturno.

A polícia foi chamada, para evitar confronto. Depois de 40 minutos, o grupo que queria invadir o prédio desistiu. Na manhã desta sexta-feira (21), um promotor da cidade participou de um reunião com a comunidade escolar e houve acordo, registrado em ata, de que não haverá invasão.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

2 COMENTÁRIOS

  1. Óbvio que estes esquerdopatas lazarentos não iriam querer respeitar nada. Para eles se a vontade da maioria só é válida se coincide com a sua. Vão para CÚba ou para Venezuela seus proto-ditadores.

  2. Parabéns a esses estudantes contrários à invasão da escola. Ainda da para se ter esperança com estudantes que agem dessa maneira e com certeza querem um País melhor e com paz. Diferente dos outros ingênuos e alguns baderneiros que nem sabem por que invadem as escolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here