Feminista denuncia “vítimas da sociedade” que assaltaram durante protesto pró-Dilma

Pequenos assaltos ocorreram na manifestação pró-Dilma na Avenida Paulista, nessa sexta-feira (10). Os assaltantes levaram câmeras fotográficas da equipes jornalísticas. Conforme o relato de Lola Aronovich, uma conhecida feminista de esquerda, as “vitimas da sociedade”, nesse dia, se “transformaram” em criminosos.

Lola é a mesma que em um post recente em seu blog disse que “perguntar se Champinha não seria também uma ‘vítima da sociedade’ não tira dele a responsabilidade do ato”. Champinha é o então menor de idade que estuprou por três dias seguidos, junto com comparsas, a menor Liana Bei Friedenbach (16 anos), a matando junto com o namorado, Felipe Silva Caffé (19 anos), em 2003.

image

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

1 COMENTÁRIO

  1. Sugestão: incluir o link do post original no Twitter, a fim de possibilitar nosso registro lá no post da dita-cuja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here