Feminista do Buzzfeed lamenta que produtor de Hollywood abusou mais de atrizes brancas

Nos últimos dias, a história do produtor Harvey Weinstein e seus abusos sexuais contra diversas atrizes de Hollywood tomou conta dos debates nos EUA. Apesar da mídia ignorar que Harvey possuía ligações com o casal Obama e a esquerda americana, a discussão sobre abusos sexuais na indústria fonográfica levou mais atrizes e atores a falarem sobre o que sofreram, especialmente no começo de carreira.

Para uma feminista e militante do movimento negro, entretanto, este não é o maior problema da história. De acordo com Bim Adewunmi, escritora-sênior de cultura no BuzzFeed, o principal problema é outro: Harvey teria abusado mais de atrizes brancas.

No artigo “There’s An Elephant In Harvey Weinstein’s Hotel Room” (com título original “Let’s Talk about Black Women in Hollywood and Harvey“, como mostra a URL do texto), a feminista afirma que o caso mostra como “as mulheres negras (e outras mulheres de cor) não são vistas por Hollywood como dignas do papel principal porque não são ‘troféus’ desejáveis”. Como exemplo, ela cita o casting para o filme B. Money (“Perigosa Atração”), onde a atriz Sophie Okonedo foi rejeitada para o papel principal por não ser considerada “fodível” por Harvey Weinstein.

Ainda de acordo com a autora do Buzzfeed, o fato de que “a lista de vítimas que acusaram Harvey Weinstein de abuso ser amplamente formada por mulheres brancas” mostra que as mulheres negras são discriminadas e excluídas por serem consideradas menos “fodíveis”.

Após a publicação do artigo, a atriz negra Lupita Nyong’o detalhou como também foi assediada por Harvey Weinstein.

SHARE
Marcelo Faria

Presidente do ILISP e empreendedor.

8 COMMENTS

  1. Vem ai a cota de estupro…
    Senhores estupradores, por gentileza, não se esqueçam de que mulheres negras também tem vagina…

  2. Meu Deus! Seriam as feministas o verdadeiro “terceiro segredo de Fátima”??? Elas vão acabar com o mundo!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here