Governo americano quer ter acesso às informações de milhões de usuários da Apple

Em carta publicada na última terça-feira em seu website oficial, o presidente da Apple, Tim Cook, fez um apelo público pelo apoio de seus usuários contra mais uma demanda totalitária do estado americano, governado pelo socialista Barack Obama. Com a desculpa de investigar um caso de atentado, o FBI americano quer utilizar uma lei de 1789 para obrigar a Apple a criar uma versão única de seu sistema operacional, o iOS, que retire diversas opções de segurança e permita, na prática, que o governo tinha acesso a qualquer aparelho da Apple.

“Uma vez criada, tal ferramenta poderia ser usada de forma indiscriminada, em qualquer aparelho da Apple que o governo tivesse em mãos. Seria o equivalente a criar uma chave-mestre capaz de abrir milhões de fechaduras, de restaurantes a bancos”, informa a nota. Além disso, o governo americano deseja que a Apple coloque uma senha mestre no sistema, de forma a permitir que a segurança de qualquer aparelho da empresa possa ser quebrada. “Se o governo usar tal lei para desbloquear o seu iPhone, ele terá o poder de capturar os dados de qualquer aparelho. E nada impede que o governo aumente o alcance dessa brecha de segurança e queira que a Apple construa aplicativos para espionar suas mensagens, acessar seus dados financeiros ou de saúde, monitorar sua localização ou mesmo acessar a câmera ou microfone do seu aparelho sem autorização”, informa a nota.

“Tememos que essa demanda possa reduzir ainda mais as mesmas liberdades que o governo deveria proteger”, finaliza a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here