HQ da Marvel com heroína gay, latina, inspirada em Beyoncé e “lacradora” fracassa em vendas

Em janeiro de 2017, a Marvel Comics anunciou a sua mais nova heroína para atender a demanda dos justiceiros sociais: America Chavez é gay, latina e inspirada na cantora Beyoncé para “lacrar” ao agradar a militância de esquerda. De acordo com o UOL, foi um ótimo momento para lançar a revista por ser “no início do governo controverso de Donald Trump”.

Entretanto, a empresa descobriu que a chatice militante não se traduziu em vendas: em apenas quatro edições, a HQ caiu de 43592 unidades vendidas em sua primeira edição para apenas 12.624 em junho, revelando-se um verdadeiro fracasso.

Cabe salientar que um escândalo envolvendo a Marvel revelou que a editora estaria enviando aos revendedores mais revistas de America Chavez do que o solicitado para inflacionar as vendas. Em outras palavras: as vendas efetivamente feitas aos consumidores podem ser ainda menores.

Há três meses, uma reunião realizada entre diretor de marketing da empresa, David Gabriel, e revendedores apontou que pautas políticas, diversidade forçada e descaracterização de personagens clássicos eram diretamente responsáveis pela crise nas vendas da empresa – levando-a a ser ultrapassada por sua principal concorrente, a DC Comics – visto que o público se interessa por entretenimento com boas histórias e não por histórias “lacradoras” e vitimistas.

30 COMMENTS

  1. Falhou em vendas porque a história é fraca.
    Agora se a história é fraca porque a heroína é gay, latino americana ou baseada em sei lá o que não dá pra discutir.
    Já que a autora não leu a HQ

    • Leia novamente, assim você entenderá porque isso foi apontado como motivo para fracasso de vendas.

  2. Boa! Mas sinto dizer que o livre mercado também nos proporciona decepções, como Transformers, The Walking Dead e Supernatural…

  3. Quero ver os sites que zuaram tanto a lacrada no Trump agora publicarem o que aconteceu…

    A personagem é boa (e existe desde 2011, então não sei pq o auê que fizeram), mas as histórias não vingam… Não há um crescimento (ou dificuldade) para a personagem.

    A Marvel era boa em contar histórias com metaforas (X-men representando as minorias, em especial os negros no inicio dos anos 70 e agora representando geral).

  4. KKKKKKKKKK deixa de vitimismo, a revista é uma bosta e um fracasso de vendas, ainda bem que ja foi cancelada, economizar papel

  5. ”para agradar a militãncia de esquerda” é piada ne? agr ter uma representividade negra de uma mulher gay é de esquerda?

  6. Homossexual nao gosta de quadrinhos. Isso é coisa de pessoas que tem a inocencia presente na alma.

  7. Marvel tem sorte que tá indo em vento em popa no cinema, por que nos quadrinhos tá insistindo em tomar na cabeça pra agradar jovens deenamicos.

    • E vai afundar de tentar enfiar lacração nos filmes tbm… Deadpool já vai se lascar com a mudança da dominó… Vai ter que rebolar muito viu…

  8. As maravilhas do livre mercado HAHAHAHAHAH. Quem decide é o consumidor, a demanda caiu KKKK Não adianta querer impor essas agendas, quem manda é o mercado, achei ótimo rsrs !

  9. Na boa? Tem anos que parei de ler Marvel e DC por causa dessas merdas… só leio gibi de Star Wars agora… Perderam um leitor que há 30 anos comprava revista Marvel e DC… tnc todos eles!

  10. Pois é, hipóteses, tecnicamente, aceitam qualquer resultado, mas RESULTADOS não podem ser convertidos de qualquer hipótese. Traduzindo: Sonhar é fácil, realizar é complicado. Essa onda “diversificativa” que na verdade não passa de uma marolinha barulhenta está perdendo a força e GRAÇAS a um só detalhe importantíssimo: LUCRO! – rssssss… Justamente o “detalhe” que a esquerda tanto “odeia”, mas só odeia quando o LUCRO é dos outros….

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here