Macri aumenta limite de isenção e praticamente extingue o imposto de renda na Argentina

Em mais uma medida para reduzir o impacto do estado, o presidente da Argentina, Maurício Macri, anunciou hoje que o piso de isenção do imposto de renda no país passará de 15 mil pesos por mês (4 mil reais) para 30 mil pesos por mês (8 mil reais), sendo retroativo a 1° de janeiro. Com este aumento de 160% no piso, apenas 5% dos argentinos pagarão imposto de renda.

“Alguém que tenha um salário líquido de 21300 pesos passará a ganhar 26600 pesos”, exemplificou Macri. Dessa forma, o salário dos argentinos irá subir de forma significativa sem que seja necessário um amplo aumento no salário mínimo, como desejam os sindicatos do país.

Com informações do La Nación

26 COMENTÁRIOS

    • Pela tua educação não deve ter tido mãe e pai, acredito que seja por isso que não tem capacidade intelectual para entender algo, vai dormir você ou pede para teu pai ou mãe te dar educação, eu não me lembro de ter ofendido você!

  1. O governo brasileiro recentemente mandou uma proposta para ampliar a faixa de isenção e de taxação das grandes fortunas. O parlamento brasileiro rejeitou. E tudo vai continuar como dantes no quartel de Abrantes. Macri está equivocado, pelo menos, levando em conta a informação até agora divulgada. Tal informação se limita a dizer que aumentou a faixa de isenção e que apenas cinco por cento dos Argentinos pagarão imposto de renda, mas não diz se aumentou o percentual de imposto de renda cobrado desses cinco por cento de pagantes, e também não indicar qualquer alternativa ele encontrou para manter ou aumentar a arrecadação do governo. Vamos esperar prá ver se o que Macri fez foi correto ou não.

  2. Se aqui no Brasil tivesse uma política igual a essa feita pelo governo argentino teria muitos Brasileiros felizes da vida, porque oque nois pagamos de imposto daria pra comprar várias Petrobrás durante um ano!

  3. Aposto que esse Vandir é funcionário público defendendo o “governo” kkkk
    Quem tem que ter dinheiro é o povo, o país, e não o “governo”… Se está se referindo a quebrar com sangue-sugas e parasitas, concordo.

    • Não sou funcionário público, mas tenho conhecimento suficiente para saber quando passamos dos limites em nossas atitudes e esse cara está quebrando com Argentina, ele está descapitalizando os cofres públicos, beneficiando alguns e prejudicando outros demais, não se pode tomar atitudes extremas para acabar com nada pois vai ter um colapso, por mais ruim que seja algo sempre devemos procurar manter o equilíbrio pois existe ainda uma série de fatores envolvidos, você falam porque não tem conhecimento, deve ser o mesmo tipo de pessoas que falam dos grandes empresários sem saber que as grandes empresas geram muitos empregos, fazem muito a economia girar, será que se quebrássemos todas estas empresas seria lucro?, já pensaram nisso?, é o mesmo exemplo de acabar com todos os criminosos e doentes do mundo, em primeiro lugar seria maravilho, em segundo lugar uma catástrofe social, pois médicos, policiais, juízes, advogados, promotores, enfermeiros, funerárias, todo mundo começaria perder dinheiro por causa de um ato que alguns ignorantes pensaram que seria correto, toda a ação tem uma reação, não esqueçam disso!

      • Valdir, isso que ele tá fazendo eh bom para o país, vc disse certo quando disse que precisamos das grandes empresas, precisamos de todas, das grandes, das médias e das pequenas empresas.
        Pense bem, a população pagando menos impostos vai poder consumir mais e viver melhor, em contrapartida as empresas vão produzir mais pois haverá mais consumo, com isso as empresas vão contratar mais e o consumo vai aumentar ainda mais. Eh uma bola de neve, com a diminuição do desemprego o salário tenderá a aumentar, ajudando os trabalhadores e melhorando ainda mais o consumo para as empresas…
        Macri sabe que um estado menor e efetivo eh muitas vezes melhor para a economia de um país e para o bem estar das pessoas.

      • Vandir, vamos lá…você escreveu muito e acabou não falando nada. Não tem um pingo de teoria econômica no seus comentários. Vamos por partes.

        “esse cara está quebrando com Argentina, ele está descapitalizando os cofres públicos” – Baseado em que você afirma isso? Ele reduziu a carga tributária ao mesmo tempo em que reduziu os gastos do governo. Se gasta menos, pode arrecadar menos.

        “beneficiando alguns e prejudicando outros demais” – aumentando o piso para pagamento de IR, ele praticamente garante que os mais pobres não pagarão mais. Como isso pode ser beneficiar alguns e prejudicar os demais?

        “não se pode tomar atitudes extremas para acabar com nada pois vai ter um colapso, por mais ruim que seja algo sempre devemos procurar manter o equilíbrio pois existe ainda uma série de fatores envolvidos” – que colapso? com base em que? quer dizer que ao invés de abolir a escravidão a gente deveria manter um equilíbrio? nada na teoria econômica sustenta esse argumento…

        “deve ser o mesmo tipo de pessoas que falam dos grandes empresários sem saber que as grandes empresas geram muitos empregos, fazem muito a economia girar, será que se quebrássemos todas estas empresas seria lucro?” – bom, não vi nada na matéria sobre quebrar empresas…ainda mais com uma medida que faz o povo ter mais dinheiro para consumir. E você sequer parou para pensar que com mais dinheiro disponível, vários argentinos podem se tornar empreendedores? e gerar mais empregos?

        “é o mesmo exemplo de acabar com todos os criminosos e doentes do mundo, em primeiro lugar seria maravilho, em segundo lugar uma catástrofe social, pois médicos, policiais, juízes, advogados, promotores, enfermeiros, funerárias, todo mundo começaria perder dinheiro por causa de um ato que alguns ignorantes pensaram que seria correto, toda a ação tem uma reação, não esqueçam disso!” – eu não sei nem porque vou me dar ao trabalho de responder tamanha atrocidade. Quer dizer que para beneficiar meia duzia de juízes, advogados e etc não tem problema termos assassinos matando pessoas, ladrões, pessoas morrendo de doenças horríveis? Isso tem alguma lógica? Só tendo uma moral muito deturpada mesmo. Isso sim sera beneficiar alguns prejudicando os demais. Ou você é contra o Uber também? Afinal coitadinhos dos taxistas que vão perder seus empregos…

        antes de entrar aqui acusando as pessoas de não terem conhecimento, que tal estruturar um raciocínio? que tal apresentar quais consequencias você enxerga na prática? você não apontou nada…só falou em colapso. Que colapso? Desemprego? Inflação? Queda de produtividade? Caso você não tenha notado a Argentina já enfrenta tudo isso faz tempo…

        • Não vou discutir com quem não tem conhecimento de nada, e infelizmente em tudo o que você escreveu você não percebeu que há bobagens, gastando menos pode-se ganhar menos, então vá morar debaixo de uma ponte que você não precisará ter salário, ele está descapitalizando os cofres públicos, liberando o dinheiro que atualmente é do governo e irá para outro lugar, o lugar onde irá gerar vários empregos assim como no Brasil que o pessoal pega dinheiro do BNDS para trocar de carro e comprar apartamento, pela sua lógica você deve ser um Petista, não que isso importe para mim, porque eu não gosto de nenhum partido mesmo, mas sua lógica é que se deve acabar com a pobreza, sim, devemos ter um equilíbrio, mas acabar com toda a pobreza é o mesmo que acabar com todos os ricos, uma coisa depende da outra, isso chama-se de equilíbrio, mas pelas suas palavras acho que você não entende nada, recomendo que você vá estudar, e lembre-se do que eu falei, toda a atitude drástica sempre tem efeitos colaterais drásticos, ninguém come 1 tonelada de comida com intuito de engordar, o governo já quase não tem mais nada na Argentina, agora só falta o povo começar a sentir que o bem demais também gera problemas, pode ter certeza disso, o bem demais também sempre gera problemas, espero que aprenda, um dia irá perceber a verdade em minhas palavras!

          • Continuou falando, falando e não disse nada. Não apresentou nenhum dado pra suportar suas alegações bizarras, não fez nenhum link entre as ações do governo e o suposto colapso, nem sequer disse que colapso seria este e como seria causado. Além dos incontáveis erros de escrita.
            Se você acha que sou petista em uma página de instituto liberal defendendo a redução do estado, a redução da carga tributária e comemorando algumas boas atitudes do Macri….mostra o quanto você não entende nada de economia.

            “descapitalizando os cofres públicos”, “liberando dinheiro que atualmente é do governo e irá pra outro lugar” …e sou eu que não entendo nada? não existe dinheiro do governo, existe dinheiro da população produtiva que é tomado na força pelo governo através dos impostos. onde estão seus dados sobre descapitalizar os cofres públicos? Sabe pra onde esse dinheiro vai? De volta pra população para que a economia possa voltar a funcionar.

            Quem deve estudar aqui não sou eu, vai ler o que o McTigue fez na Nova Zelândia cortando com força os gastos do governo e em contrapartida reduzindo os impostos para que a população pudesse voltar a consumir. Vai ler um pouquinho sobre como Cingapura e Hong Kong cresceram nos ultimos 30 anos deixando o Brasil pra trás, procure saber como os bálticos (Lituânia, Letônia e Estônia) se utilizaram de princípios liberais para sair da crise e retomar o crescimento.

            Fiz inúmeros questionamentos sobre suas afirmações infundadas e você não respondeu nem sequer 1 delas…e sou eu quem não entende nada.

        • Acredito que você deve ter algum problema para dizer que não entende, pois eu falei muitas coisas e muitas verdades, se você não tem conhecimento nem de como se escreve Singapura, não convém julgar o português dos outros até porque não me lembro de estar sendo fiscalizado, radicalismo não funciona onde quer que seja, quem sabe um dia quando você for empregado de alguma grande empresa ou até um gerente de alguma coisa, você descubra que radicalismo não funciona, e é justamente isso que o presidente da Argentina está fazendo, como expliquei anteriormente não é de uma hora para outra que se resolve nada, e dinheiro público é do povo administrado pelo governo, entregar dinheiro à população e diminuir a arrecadação tudo isso de imediato sem pensar, sem avaliar minunciosamente o mercado é suicídio financeiro sim, porque os cofres irão ficar sem dinheiro, e eles apostando na loteria que o dinheiro entregue ao povo irá retornar triplicado através de “feitiçarias” só assim para triplicar, uma grande ingenuidade, porque sabe-se que a maioria do dinheiro não retorna, pois, impostos são sonegados, o dinheiro sai do país, o dinheiro é gasto em muitos produtos e serviços que não geram impostos e se gerar vai ser quase nada porque o governo teve a bela ideia de diminuir eles de uma hora para a outra sem enxugar seus gastos e procurar equilibrar as contas, o dinheiro não retorna todo para os cofres públicos, você demonstra ignorância simplesmente por acreditar que o mesmo raio que caiu em alguns países como Nova Zelândia um dos que citou, também irá cair na Argentina, acho que qualquer um consegue entender que os dois países são completamente diferentes, não preciso nem comentar que moléculas são diferentes em ambos, resumindo, sua teoria está redondamente enganada quando pensa que diminuir impostos é dar dinheiro para a população é a solução, soluções mirabolantes não existem, como falei o mundo é um equilíbrio, se você ganha tenha certeza que alguém perdeu, se você acredita que todos podem ganhar então tenha certeza que todos perderão.

  4. Eu quero ver o momento que o governo da Argentina estiver totalmente quebrado por causa que ele acabou com tudo, ele está metendo os pés pelas mãos, mudanças tem que ser devagar não a moda louco como ele está fazendo, só cuidem a Argentina vai quebrar de vez, parece que o governo já não tem mais capital nenhum, ele vendeu tudo!

      • Você por acaso já pensou no efeito colateral?, sabe o que significa isso?, você pode acreditar que toda a ação boa é boa, mas sinto muito te informar que toda a ação tem uma reação e isso ainda vai ter, se termina-se todos os criminosos do mundo hoje você acha que seria legal?, garanto que pela sua ignorância pensaria que seria maravilhoso, mas eu queria ver você sustentar todos que vivem só por causa da existência da criminalidade, acabar com ela imediatamente seria uma catástrofe social muito grande, você acha que todas as doenças terminamos imediatamente?, não o corpo precisa se adequar à solução para que seja possível eliminar ela com eficiência, vá para a frente do espelho e reflita sobre suas palavras, infelizmente você não tem conhecimento algum de nada para acreditar que cortar tudo em um país é a solução para outra coisa., quero ver o governo da Argentina arrecadar de volta toda a grana que ele está simplesmente distribuindo entre os pobres.

  5. Esse e um governo que pensa no bem de seu povo. Ele sabe que quanto mais dinheiro no bolso do povo, mais negócios, mais empregos, mais consumo. Mais resultados positivos para o pais.

  6. No Brasil foi feito exatamente o contrário. Neste ano nem mesmo foi feita a correção de 4% dos últimos anos. A defasagem já está em mais de 70%, dinheiro que poderia ser usado pelos brasileiros na economia. O Brasil precisa de um Macri urgente. Impeachment, já !

  7. A diferença entre um governo de verdade e um populista bolivariano que só pensa em mais dinheiro para continuar pagando a mortadela do curral eleitoral dele.

  8. O bom é que agora nós não precisamos mais fugir pra Miami.
    Argentina aqui do lado já vai ser um bom reduto pra brasileiros fugindo da falência desse país…

    • POIS É.. INFELIZMENTE AQUI TEMOS BRASILEIROS QUE NEM SABEM O QUE É ISSO. ACHAM QUE SÓ PAGA IMPOSTO QUE TIRA DO BOLSO… LOGO VAI VALER A PENA ERGUER A BANDEIRA ARGENTINA NO QUINTAL..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here