DOE

Macri aumenta limite de isenção e praticamente extingue o imposto de renda na Argentina

Em mais uma medida para reduzir o impacto do estado, o presidente da Argentina, Maurício Macri, anunciou hoje que o piso de isenção do imposto de renda no país passará de 15 mil pesos por mês (4 mil reais) para 30 mil pesos por mês (8 mil reais), sendo retroativo a 1° de janeiro. Com este aumento de 160% no piso, apenas 5% dos argentinos pagarão imposto de renda.

“Alguém que tenha um salário líquido de 21300 pesos passará a ganhar 26600 pesos”, exemplificou Macri. Dessa forma, o salário dos argentinos irá subir de forma significativa sem que seja necessário um amplo aumento no salário mínimo, como desejam os sindicatos do país.

Com informações do La Nación

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

Jaboatão dos Guararapes se torna a cidade com mais Liberdade para Trabalhar do Brasil com apoio do ILISP
No dia 13 de novembro de...
Presidente do ILISP conversa com governador de Goiás para aumentar Liberdade para Trabalhar no estado
O presidente do ILISP Marcelo Faria...
Projeto do ILISP é considerado um dos 6 melhores do mundo e concorrerá a prêmio mundial
O projeto Liberdade para Trabalhar do...
Estado do Paraná regula Lei de Liberdade Econômica com apoio do ILISP
O governador Carlos Massa Ratinho Junior...
Bagé-RS recebe prêmio como município com mais Liberdade para Trabalhar no Brasil
A cidade de Bagé, no Rio...
Fórum Liberal 2023: Boa Vista-RR recebe prêmio de capital com mais Liberdade para Trabalhar
A capital de Roraima, Boa Vista,...