Maduro diz que receberá informações para estabelecer “preços justos” na Venezuela

Em mais uma iniciativa para tentar manter o moribundo socialismo na Venezuela, o presidente Nicolás Maduro anunciou no último sábado (23) que receberá propostas por parte dos líderes dos Comités Locales de Abastecimiento y Producción (Clap – espécie de “fiscais de preços do Sarney” do governo venezuelano) para definir novos preços de comercialização dos alimentos.

De acordo com Maduro, ele “possui elementos para tomar decisões sobre preços justos que permitam a regularização dos processos de comercialização e estimulem a produção”. Maduro disse que se reunirá com os líderes da Clap para atender a propostas concretas quanto à produção, sistemas de distribuição, preços, entre outros.

No socialismo funciona assim: ao invés de deixar milhões de pessoas definirem livremente os preços, o estado usa milhares de pessoas para tentar determinar de forma artificial – e incorreta – os preços, resultando sempre em escassez e má alocação de recursos.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here