DOE

Maduro diz que receberá informações para estabelecer “preços justos” na Venezuela

Em mais uma iniciativa para tentar manter o moribundo socialismo na Venezuela, o presidente Nicolás Maduro anunciou no último sábado (23) que receberá propostas por parte dos líderes dos Comités Locales de Abastecimiento y Producción (Clap – espécie de “fiscais de preços do Sarney” do governo venezuelano) para definir novos preços de comercialização dos alimentos.

De acordo com Maduro, ele “possui elementos para tomar decisões sobre preços justos que permitam a regularização dos processos de comercialização e estimulem a produção”. Maduro disse que se reunirá com os líderes da Clap para atender a propostas concretas quanto à produção, sistemas de distribuição, preços, entre outros.

No socialismo funciona assim: ao invés de deixar milhões de pessoas definirem livremente os preços, o estado usa milhares de pessoas para tentar determinar de forma artificial – e incorreta – os preços, resultando sempre em escassez e má alocação de recursos.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!