Nova primeira-ministra conservadora do Reino Unido defende “benefícios” da Sharia islâmica

A nova primeira-ministra do Reino Unido, a conservadora Theresa May, defendeu recentemente que os “ensinamentos” da Sharia, a lei islâmica, estão sendo “mal utilizados” e “explorados” para discriminar mulheres islâmicas, enquanto defendeu que muitos britânicos se “beneficiam enormemente” dos ensinamentos da Sharia.

As afirmações aconteceram quando a Secretaria de Interior, comandada por May até recentemente, iniciou uma investigação no final de maio sobre as aplicações da Sharia em território britânico. Um estudo da think-tank Civitas estimou que havia – há sete anos – mais de 85 tribunais da Sharia no Reino Unido, um número que certamente aumentou nos últimos anos.

A deputada Caroline Cox, também do Partido Conservador, discordou da visão de May sobre a Sharia. De acordo com Cox, “há aspectos da Sharia que discriminam mulheres, como o direito de puni-las e a verdadeira cultura do estupro, e que não são distorções da Sharia, mas sim inerentes e inaceitáveis.”

6 COMENTÁRIOS


  1. Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
    Alexandre Sousa

    Os muçulmanos querem apenas legalizar o que as gangs já fazem. Mulher infiel para eles é carna destampada segundo um lider babaca na Australia. A culpa é de quem? Da carne destampada(mulheres) ou dos gatos(muçulmanos).


  2. Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
    Joma Bastos

    Para a Xaria, lei religiosa do Islã, acertada com as normas do Alcorão, inclui um aglomerado de regras e obrigações religiosas, sociais e políticas a serem cumpridas pelos muçulmanos, é minha opinião que May acredita em uma modernização desta lei do Islã, de modo a que haja soluções admissíveis pela Constituição do Reino Unido, principalmente no que concerne aos direitos das mulheres.


    • Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
      Alexandre Sousa

      Dizem que são regras tanto para islamicos quanto para infieis. O dia que aceitar as regras islamicas, continuar cristão não fará sentido nenhum se eu considerar Alá acima do Deus cristão.


  3. Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
    Eva Fidelis

    UK está repleto de bancos árabes, há mais mohameds sendo registrados diariamente do que Johns ou Pauls durante toda a história, obviamente ela ñ vai bater de frente com essa galera, mas ficou muito claro já que o Brexit tem muito mais a ver com a onda islâmica do que com mercado comum europeu ou acordos com o mercado americano. Eles vão implantar uma linha dura, os tribunais da sharia sao incontitucionais e não serão mais tolerados, e para tomarem certas atitudes não podem continuar lig ados às regras da comunidade.


    • Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
      Alexandre Sousa

      Falam que bancos arabes não cobram juro, se o banco dá lucro é porque cobra juros de seus clientes. Quem acredita em banco que não cobra juro, deve acreditar em papai Noel, coelhinho da pascoa e fada do dente.


  4. Deprecated: get_user_by_email está obsoleto desde a versão 3.3.0! Use get_user_by('email') em seu lugar. in /var/www/html/wp-includes/functions.php on line 5211
    Maurício Martins Saraiva

    Talvez tenha sido apenas uma declaração diplomática.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here