Para “aumentar inclusão”, grupo de esquerda quer o fim do Dia dos Pais

Um grupo de justiceiros sociais de esquerda tem avançado na Austrália com a proposta de acabar com o Dia dos Pais substituindo-o pelo Dia das Pessoas Especiais.

De acordo com Red Ruby Scarlet (pseudônimo de Miriam Giugni) – líder do Grupo Ativista de Justiça Social na Primeira Infância que divulga a ideia e convence escolas “politicamente corretas” a adotá-la – é necessário “mudar a linguagem que cerca dias emotivos e importantes para deixá-los mais inclusivos”.

Para Miriam, “temos toda uma gama de famílias sem pais (…) como famílias lésbicas” que seriam representadas pelo novo Dia das Pessoas Especiais se o Dia dos Pais fosse extinto.

A proposta foi criticada pelo líder do Partido Liberal da Austrália, David Elliott: “É inacreditável que alguém se diga ‘iluminado’ enquanto apoia uma porcaria de ideia como essa. (…) As pessoas celebram o Dia dos Pais mesmo depois que os seus pais e avôs se foram. Para muitos, é uma data de celebração e recordação”.

SHARE
Marcelo Faria

Presidente do ILISP e empreendedor.

13 COMMENTS

  1. Parece até piada essa notícia, mas não deixa de ser verdade que dia dos pais, dia das mães, natal, páscoa, dia dos namorados, festa de aniversário, dia disso, dia daquilo é tudo uma grande farsa, algumas até de origens em conceitos diabólicos, mas convertidas e adaptadas para as loucuras do capitalismo e consumo moderno que só servem para criar mais divisões e constrangimentos na sociedade em geral.

    • Discordo de você,caro amigo! Talvez você desconheça o real significado destas datas especiais e comemorativas, pelo fato de o capitalismo se valer destas, para manter seus lucros absurdos, se aproveitando então, da emoção das pessoas… Você não abraça ou abraçava seu pai, sua mãe ou sua namorada em seus dias especiais??? Até mesmo o dia do aniversário vc condena, que triste deve ser sua vida… Sem pessoas para se congratular, para comemorar o seu próprio aniversário… O que se devia fazer, é uma campanha contra o capitalismo e seus abusos contra a boa fé e romantismo das pessoas… A mídia é a grande culpada também pois, se existissem campanhas publicitárias para apenas se comemorar tais dias especiais, sem a necessidade de se fazer comércio em cima das mesmas, teríamos menos pessoas influenciadas e manipuladas para o consumo.

      • De triste minha vida não tem é nada exatamente porque valorizo o que importa todos os dias e acima de tudo, sou um buscador da verdade, verdade que a humanidade cada vez mais segue em caminhos contrários afim do que lhe é conveniente independente do quanto de corrupção isso possa gerar.

        Não vivo pautado em emoções como forma de condução da minha vida e do meu estado de espírito, pra mim a razão é algo que gera resultados muito mais felizes e concretos no ciclo da vida.

    • Realmente dar um presente para o seu pai no dia dos pais só pode ser coisa do diabólico consumismo capitalista. Dar uma lembrancinha para uma pessoa querida é realmente um consumismo desenfreado. Um sapato, uma camisa, um desodorante, um perfume, só podem ser itens supérfluos produzidos por uma sociedade consumista. Bom mesmo é em país comunista, onde não tem estes produtos supérfluos, tipo papel higiênico para limbar a bunda Vai se tratar seu doente!

  2. O Moisés aí, utiliza o termo “Capitalismo”, criado pelo Socialista/Comunista e psicopata alemão, Karl Marx, para se justificar. É claro, que alguém que faz isto, tem zero credibilidade, é só mais um canalha promovendo a esquerda e sua violência. Violência esta, que agora quer atacar a família (de novo), mais especificamente, os pais. Não existe inclusão de grupos através da exclusão do maior deles, a farsa é tão escancarada que dá nojo.

    • Exatamente, Guilherme… É uma esquerda nojenta em qualquer parte do planeta, que inventa modinhas e meios de tentar erradicar sentimentos, expressões e o próprio romantismo das pessoas… Como se tudo girasse em torno da ideologia de gênero… São uns idiotas a manipular outros tantos, que por us vez, são incapacitados intelectuais, para pensarem e agirem por suas próprias emoções… Nasceram e cresceram dentro de um círculo de emoções, entre seus pais e agora, querem acabar com a figura do pai e da mãe e substituí-las pelo “Pessoas Especiais” …. Ridículos!!! Hoje mesmo estávamos eu e parentes, discutindo sobre a questão da intimação do Neguinho da Beija-Flor, pelo MPF, acusando-o de “Racismo contra sí próprio” … E ainda, no processo, o ameaçaram de puní-lo caso ele não mudasse seu já conhecido e famoso nome artístico… O que ele fez? Infelizmente mudou de Neguinho da Beija-Flor para Afrodescendentezinho da Beija-Flor…. Assim o MPF/PF aceitou e extinguiu o processo, acredite… Daqui a pouco vão reabrir o processo e intimá-lo novamente, afim de acusá-lo de diminuir a sí mesmo, perante a sociedade. ( Afrodescendnete = Pequeno ) rsrs Tanta necessidade passa a sociedade, tantos culpados presos sendo soltos pelos STF da vida, tantos outros impunes à solta, tanta insegurança nas ruas, nas estradas, policiais sendo assassinados todo dia… e eles preocupados com esta * de ideologia de gênero e outras hipocrisias

    • Sabe qual é a maior miséria do povo brasileiro? É viver na base de conceitos e rótulos, com os dois ouvidos fechados, mas a única boca cheia de palavras que só enaltecem o egocentrismo e não busca a reflexão e o bom senso sobre nada a não ser viver na base de conceitos criados em sua sociedade mesmo que ela esteja completamente corrupta e vivendo uma realidade de fatos distorcidos baseada em emoções e sentimentos que automaticamente nulificam por completo o poder da razão.

      Ou você se encaixa ou você não se encaixa, ou você é de um lado ou você é do outro, quanta mediocridade.

      É triste a pequenez da maioria das pessoas e ainda por cima se achando reis naquilo que acreditam.

      • Já entendi, você não é comunista. É mais um neo-ateuzinho hiper-“racional” que abomina valores humanos. Você vai longe champz.

  3. Eles querem acabar com o dia dos Pais pq o pai deles foi buscar cigarro em 1996 e não voltou ate hj KKKKK

  4. Ainda estou tentando entender qual o problema de se alterar o nome da data? O nome pouco importa, se de fato irá gerar inclusão, afinal a sociedade é MUITO MAIS COMPLEXA E DIVERSA do que se imagina. Esse site é magnífico, todavia essa foi mais uma reportagem infeliz! INFELIZ!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here