DOE

Para “aumentar inclusão”, grupo de esquerda quer o fim do Dia dos Pais

Um grupo de justiceiros sociais de esquerda tem avançado na Austrália com a proposta de acabar com o Dia dos Pais substituindo-o pelo Dia das Pessoas Especiais.

De acordo com Red Ruby Scarlet (pseudônimo de Miriam Giugni) – líder do Grupo Ativista de Justiça Social na Primeira Infância que divulga a ideia e convence escolas “politicamente corretas” a adotá-la – é necessário “mudar a linguagem que cerca dias emotivos e importantes para deixá-los mais inclusivos”.

Para Miriam, “temos toda uma gama de famílias sem pais (…) como famílias lésbicas” que seriam representadas pelo novo Dia das Pessoas Especiais se o Dia dos Pais fosse extinto.

A proposta foi criticada pelo líder do Partido Liberal da Austrália, David Elliott: “É inacreditável que alguém se diga ‘iluminado’ enquanto apoia uma porcaria de ideia como essa. (…) As pessoas celebram o Dia dos Pais mesmo depois que os seus pais e avôs se foram. Para muitos, é uma data de celebração e recordação”.

https://www.facebook.com/ttadelaide/videos/1556324637722480/

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!