Receita Federal rouba protótipo de bicicleta do campeão Bernardo Cruz

Mais um caso de assalto da receita federal contra esportistas. Após o roubo de 77 motos de motocross, o campeão de downhill Bernardos Cruz ganhou de seu patrocinador um protótipo versão 2017 de sua bicicleta para testar durante o ano. Ao chegar no Brasil, a Receita Federal roubou a bike. Bernardo tentou explicar que era um protótipo, mas não teve sucesso.

Bernardo Cruz é famoso no Canadá por vencer duas vezes a categoria de Whip-off na maior competição de MTB extremo do mundo, o CrankWorx.

Enquanto na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado quer isentar apenas instrumentos musicais importados de pagar impostos, motos de motocross e protótipos de bikes são roubados de seus legítimos donos. Por que não isentar todos os produtos importados?

Veja a explicação de Bernardo Cruz:

6 COMENTÁRIOS

  1. André, o Bernardo apresentou toda a documentação necessária. O cara ta acostumado a viajar pelo mundo competindo. É atleta profissional e patrocinado. Ele já ta calejado com isso… E mais ainda a GT que é uma gigante no mundo das bikes. Não iriam dar esse vacilo… Foi má vontade da PF mesmo…

  2. Desculpe, mas a chei o termo “roubo” no mínimo inapropriado! Não é bem por aí! Para ter entrado no país com o equipamento, bastava ter solicitado do patrocinador um termo de doação. Está tudo bem explicado no próprio site da Receita Federal. Não houve ilegalidade, houve desinformação!

    • Caro Milton, se fosse contrabando, vc acha mesmo que ele ainda botaria a cara aí pra dar explicações?
      E outra, o cara é profissional reconhecido no mundo do esporte, não é um mizifí que viaja pra fazer contrabando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here