Secretário de segurança pede que vítimas não reajam após bandidos serem mortos em assaltos

Após cinco assaltantes serem mortos por cidadãos comuns que reagiram ao assalto em Manaus, o Secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Sérgio Fontes, disse que as vítimas de assaltos não devem reagir e que o cidadão com uma arma “ilegal” também é um criminoso.

“Essas pessoas que forem encontradas pela polícia responderão por porte ilegal de arma”, disse o secretário, que continuou: “Não é saudável que o cidadão reaja. Muita gente já morreu vítima de latrocínio ao tentar reagir”.

Um dos casos mais recentes ocorreu na última segunda-feira, quando um assaltante foi morto e outro ficou ferido após tentarem assaltar um micro-ônibus, onde um passageiro armado reagiu ao assalto.

 

Além do assalto ao micro-ônibus, Manaus registrou outros casos de reação a roubos nos últimos dez dias. No dia 24, um homem foi morto com um tiro após anunciar um assalto a uma padaria. Testemunhas relataram que o cidadão que reagiu percebeu a situação de fora do estabelecimento e disparou. No dia 25, dois assaltantes foram espancados até a morte após praticarem roubos e serem capturados por populares. E na última sexta-feira, 29, um assaltante foi agredido até a morte ao ser flagrado por populares.

 

46 COMENTÁRIOS

  1. BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO!
    Por que esse secretário não prende os bandidos que estão armados. Será que esses criminosos estão armados legalmente?!

  2. REAJA e TALVEZ seja morto; NÃO REAJA e CERTAMENTE seja morto! Ora, crie vergonha na cara, secretário!

  3. seu secretario voce deveria era estar preocupado com seu estado e não com os bandidos. Eles roubam matam e voce não esta fazendo porra nenhuma. Porque não incentiva seus oficiais a matar logo esses bandidos? não pode porque? ah sim voces perderiam os empregos de voces ne. Garanto que na sua casa tem todo um sistema de segurança, cerca eletrica, vigilancia armada 24 horas por dia. Porque então não faz isso para o cidadão? Como diz no filme Tropa de Elite ‘Bandido bom é bandido morto”.

  4. Nunca é demais lembrar que o governo ignorou o resultado de um plebiscito e impôs essa absurda lei do desarmamento mesmo contra a vontade popular. O cidadão de bem tem o direito de se defender e a obrigação de defender sua família, já que com secretários como esses, não há como se esperar que o governo o faça.

  5. Quando políticos dizem para o cidadão de bem fazer determinada coisa, façam justamente o contrário. Políticos e criminosos temem o cidadão de bem armado e que reagem.

  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. Cidadão de bem armado e treinado ajuda ( e muito) na manutenção da ordem pública e na prevenção da violência.
    Liberação do porte já. Secretário cretino e incapaz.

  8. Esse secretário de segurança não sabe que o cidadão de bem também é morto por esses pulhas, mesmo sem reagir?

  9. Pois é, acho que o secretário não se deu conta ainda de que as pessoas estão sendo obrigadas a tomar decisões pra se defender por conta própria, pq o sistema governamental, do qual ele pertence, não consegue garantir a segurança que a sociedade precisa e tem direito. E essa deficiência do Poder Público, leva as pessoas a correr risco pra se defender a qualquer custo. E eu faço questão de frisar que o problema não está na falta de policiais nas ruas, o problema está na legislação que foi elaborada com objetivo de facilitar as coisas para o bandido e dane-se o cidadão de bem. Ai vem as ditas ‘autoridades’ com essa conversa mole, conversa fiada: Não ande com joias, tênis, celular e carro caros, não reaja a assaltos. Pq isso? Pra facilitar a vida do ladrão, do bandido. E mais, inventaram até nome pra tratar presidiário; agora tem falar reeducando, interno e não sei mais o que. Isso é ou não é pra proteger essa casta maldita que tem causado enormes prejuízos, não só à população, mas, inclusive ao Estado. Então, acho que é chegada a hora de parar com essa utopia de recuperação de bandido pelos métodos atuais e tomar uma atitude mais enérgica, pois, a continuar com essa lenga, lenga a situação só vai piorar, como está piorando. A criminalidade já está quase que descontrolada, salves-se quem puder, e não é apenas nesse ou naquele estado é em nível de Brasil. Essa hipocrisia de falar: “os nossos irmãos que um dia erraram” já não convence mais ninguém. Bandido é bandido e como tal tem ser tratado. O direito do bandido é não ter direito e nem abusar do direito que tem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here