Socialista aliado do PT dá golpe de estado e transforma Nicarágua em ditadura

Em mais uma medida que mostra o apreço dos socialistas pela democracia, o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, utilizou o Tribunal Eleitoral do país para retirar os cargos de todos os deputados da oposição liberal, transformando o país numa ditadura de partido único.

O socialista bolivariano e ex-guerrilheiro Daniel Ortega é um dos principais aliados do PT na região, tendo inclusive declarado recentemente que o processo democrático de impeachment de Dilma Rousseff era “antidemocrático, colocando uma sombra sobre a seriedade das instituições do Brasil, onde a luta e a força do Partido dos Trabalhadores tem sido e continua sendo fundamental para assegurar a liberdade e a justiça”.

A sentença do tribunal ordenou à diretoria da Assembleia Nacional que retire os cargos dos deputados eleitos em 2011 pelo Partido Liberal Independente (PLI), liderado pelo líder da oposição Eduardo Montealegre.

Em 8 de junho, a Suprema Corte retirou de Montealegre a representação legal do partido, o impedindo que a oposição participe das eleições presidenciais de novembro, nas quais Ortega concorrerá como único candidato importante pela Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN). A Corte entregou a representação do PLI a um político desconhecido aliado do governo, Pedro Reyes, que exigiu a obediência dos 20 deputados da oposição ao governo. Como isso não aconteceu, Reyes pediu ao Tribunal Eleitoral que todos os deputados da oposição fossem cassados, o que aconteceu no último dia 29.

O movimento Cidadãos pela Liberdade – que reúne os simpatizantes de Montealegre e os deputados opositores que perderam seus cargos – emitiu um comunicado no qual informou que “podem destituir todos nós e acabar com nosso partido, mas nunca o farão com nossa dignidade e princípios”.

O mais novo ditador latino-americano já colocou os filhos na presidência das principais estatais da Nicarágua, enriquecendo a família com a ajuda da enorme cooperação petrolífera com a igualmente socialista Venezuela, além de empregar a esposa, Rosario Murillo, como controladora de toda a administração pública.

1 COMENTÁRIO

  1. Comunistas, esquerdistas, socialistas…. Td canalha da mesma laia, com ‘intensidades’ variáveis !!!
    Não pensam no bem de ninguém!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here