Uruguai aciona Mercosul contra reforma da CLT: “vai ser difícil competir” com o Brasil

O Uruguai resolveu pedir uma reunião especial no Mercosul para se opor à reforma trabalhista brasileira que atualiza a fascista CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

De acordo com o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, ficará “difícil competir” com o Brasil quando a reforma entrar em vigor (em novembro). “Não vamos interferir na legislação interna dos países, mas queremos mostrar nossas preocupações, porque assim (com a reforma trabalhista brasileira) vai ser bem difícil competir”, afirmou.

Para o Uruguai, é melhor que o Brasil tenha ainda mais “direitos trabalhistas” porque fica mais fácil competir com os produtos e serviços brasileiros. Em outras palavras: os militantes do PT, PSOL e outros partidos socialistas similares que defendem “mais direitos trabalhistas” estão, na prática, apoiando os interesses de outros países e do “capital internacional”.

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

11 COMENTÁRIOS

  1. O Uruguai vive uma situação muito delicada, embora para os padrões brasileiros eles pareçam estar em uma situação confortável na realidade sua economia é bastante tímida. a outrora suiça da américa do sul não se firmou bem nem nisso – em um paraíso fiscal – já que o dinheiro do mundo não passa por lá, para agravar a situação dependem quase que exclusivamente do gado e de um pouco de mineração e turismo, atividades com concorrentes bem mais robustos ao norte (Brasil) e ao sul (Argentina), para agravar o país quase não tem indústrias. Como dizem os seus próprios jovens: estou indo embora do Uruguai não porque esteja ruim mas porque eu não sei como vai ficar; uma pena, é um dos povos mais bem educados da América latina e agora ainda jogamos eles na livre concorrência….inevitável, são os tempos modernos.

  2. Só para provar que esses caras do Mercosul só sabem mamar nas nossas tetas mesmo!
    Já chega os políticos, ongs, sindicatos, funcionários públicos desnecessários, aspones….

    • kkkkk… faz tempo que não vejo o termo “aspone”… bem lembrado! O funcionalismo público brasileiro está cheio deles!

  3. Eu quero saber É DO MEU PAÍS, os outros países se….se SOBRAR algum a gente VÊ, ANALISA se pode ajudar ou não!!!!!!!
    Oras… pois que FAÇAM A SUA REFORMA EM SEU PAÍS … chega de bancar empregos em outros países como fazia o DESgoverno ptista, FARINHA POUCA O NOSSO PIRÃO PRIMEIRO!!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here