Vocalista que atuava no local que sofreu atentado em Paris defende livre acesso às armas

Jesse Hughes, vocalista dos Eagles of Death Metal, banda que atuava na sala de espetáculos Bataclan, em Paris, na noite dos ataques de 13 de novembro, defendeu em entrevista à televisão francesa iTéle que todos devem ter uma arma.

“O controle de acesso às armas na França impediu que uma pessoa sequer morresse no Bataclan? Se alguém disser que sim, gostaria de ouvir os argumentos, porque eu acredito que não. Eu acredito que a única coisa que impediu mais mortes foi a ação de alguns dos homens mais corajosos que conheci em minha vida, que enfrentaram a morte com as suas armas de fogo”. Disse. E continuou: “Creio que todos devem ter armas porque não quero que um massacre como aquele aconteça novamente, e quero que todos tenham uma chance de viver se isso acontecer. Eu vi pessoas morrendo que poderiam estar vivas. “

Com informações da RollingStone

Vaquinha O ILISP tem atuado contra a legalização do aborto e em defesa do direito à vida no STF. Para custear a causa, lançamos uma vaquinha. Os interessados em nos ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here