Bolsonaro no Canal Livre: o despreparo de quem vive dos pagadores de impostos há 27 anos

Resolvi fazer um resumo da entrevista de Bolsonaro no Canal Livre da Band. As perguntas dos (péssimos) entrevistadores estão no começo de cada linha, a resposta de Bolsonaro vem logo depois e meio comentário vem em parênteses. Acompanhe:
– Que estatais podem ser extintas? Temos que estudar (ou seja, não sabe o nome de uma)
– Que estatais devem ser privatizadas? Tem que privatizar, mas temos que estudar (idem acima)
– Qual o seu maior projeto em 27 anos? O voto impresso! (Venezuela também tem e continua tendo fraudes. Nada na área de segurança? Nada em economia? Que beleza de mandato!)
– Qual a reforma geral da previdência que você defende? Temos que estudar (afinal, nem há um rombo gigante na previdência, podemos ficar esperando…)
– Reforma da previdência para militares? Só se tiverem FGTS e direito à greve (fim da estabilidade também, Bolsonaro?)
– Como irá governar sem apoio no Congresso? Se o meu grupo político estiver bem, vai dar certo (Collor pensava assim também)
– Qual o seu projeto para a segurança? Resolver a economia ajuda (ué, mas segurança não era mais importante que economia?)
– Sim, mas qual é o seu projeto? Os outros não têm projeto nenhum! (fugiu da pergunta)
– E as drogas na fronteira? Não temos como controlar, é muito grande (ué, mas ao mesmo tempo quer manter a guerra às drogas no país inteiro?)
– Quais seriam suas reformas microeconômicas? Não pode vender terra pra China! (parece até que ele acha que os compradores iriam teletransportar o terreno pra China)
– Como combater o déficit? Eu perguntaria para os meus economistas (isto vai “funcionar” nos debates que é uma beleza…)
– E os impostos? Acabei de aprender a Curva de Laffer, temos que ter outras formas de melhorar a economia (quais, imprimir mais dinheiro ou emitir dívida?)

Ou seja, um candidato despreparado mesmo vivendo há 27 anos às custas dos pagadores de impostos na Câmara (e votando igual ao PT nos principais temas que fizeram o país avançar). Mostra bem o fundo do poço em que chegou a política brasileira.

PS: É igualmente triste ter uma imprensa que acredita que ministérios devem ser ocupados com base na cor da pele ou sexo, e que inventa números como “metade dos homicídios anuais no Brasil são praticados pela polícia”. São patetas que pensam que estão atacando Bolsonaro quando, na verdade, estão fazendo campanha para ele.

Vaquinha O ILISP comprou o domínio "aborto.com.br" e lançará uma campanha pró-vida, mas isso exige recursos. Os interessados em ajudar podem fazê-lo por meio do botão abaixo:

31 COMENTÁRIOS

  1. É impressionante a maçaroca de conceitos que fazem de liberalismo, socialismo, democracia e afins….tá louco…as pessoas dão uma lidinha em algum manual da internet e sai vomitando conhecimento ….ta louco

  2. Ainda bem que o Lula é doutor em economia…administração…ciência etc…
    Esse sim é preparado. Tem o Ciro também que é super humilde…a Marina…que ja saiu do sarcófago pra eleição de 2018…
    ..Ou seja…tá feia a coisa…?

  3. N° de projetos aprovados? Isso não é análise de mandato de nenhum parlamentar.
    Ou vc acha importante ter aprovado um projeto que proíbe sal sobre as mesas de restaurantes?
    Na última eleição, até brinquei: “vou votar no candidato que prometer fazer menos, pois vai deixar a população viver em paz”.
    Seus posts são geralmente bons, mas quando vc inventa de fazer análises, vc é muito fraco ainda

    • Em nenhum momento o texto fala em número de projetos aprovados. Creio que a sua interpretação de texto é que ainda está fraca.

  4. O voto impresso é uma tentativa de impedir a fraude das eleições passadas, quando a “apuração” aconteceu de forma estranha e a portas fechadas;
    Desafio o Sr Sabixão a mostrar o balanço de uma só estatal que seja confiável (se nem o da Petrobrás era). Além disso ele não pode dar um tiro na própria cabeça e perder as eleições antes de começar;
    E não é verdade que a China está brincando de War? De que adianta transferir uma empresa do estado Brasileiro para o estado chinês? Dê asas a cobra pra ver o que acontece…
    O resto da sua “análise” é blá-blá-blá
    “Liberal” brasileiro é igual a Bento Carneiro vampiro brasileiro: uma piada. Liberdade para empresários e arrocho para os párias da população. respeito aos contratos? Nunca ouviram falar
    E outra coisa: a população (e não os mauricinhos) cansou desse discursinho bonitinho

  5. Típico artigo de quem desconhece os fatos e insiste em desconhecê-los. Como é mesmo a Lei do Voto Impresso que foi aprovada e o que ela faz?? Sem ela quem continuaria se alternando no poder como já vem acontecendo há mais de 30 anos?? Se isso não for uma conquista importante eu não sei mais o que é. Comparar com a Venezuela?? Dois contextos completamente diferentes onde no primeiro o nível de corrupção e fraude está ha anos luz daquele do Brasil. Os fatos estão ai, é so descer do pedestal para enxerga-los. “Ah,mas a lei foi de autoria do Bolsonaro”. Então o problema é outro.

  6. Os jornalistas parecem mais inquisidores em sessão de tortura psicológica. Não importa a resposta do entrevistado, a mesma pergunta é repetida várias vezes até que o candidato se irrite e diga uma tolice.

  7. Não adianta, agora virou moda no Brasil colocar ignorantes no poder. Primeiro foi o Lula que governou mentindo descaradamente, depois a Dilma, a Anta que nem falar sabia, e agora vai ser o Bolsonaro que só dá coice pra todo lado e relincha alto as suas ignorâncias como se estivesse dizendo verdades absolutas. Estamos no país onde o presidente é de faixada, quem governa mesmo é a base, o presidente só representa a ignorância do próprio povo.

  8. Vamos ver o João Amoedo, mas acho ele polido demais. Acho que, no final, ele acaba fazendo um jogo mais próximo do PSL. O Bolsonaro é isso mesmo: quase 30 anos no poder, já apoiou até o comunista Aldo Rebelo e agora recebe “apoio” da imprensa que o elege, via estímulo contraditório, como faz a bizarra Istoé, visto que ninguém mais leva o jornalismo brasileiro a sério.

  9. Conheço bem os jornalistas com suas perguntas. Qualquer coisa que se responder eles contestam e inventam coisas pra desqualificar o entrevistado. Logo, o melhor é não responder. E Claro, sobre privatizar estatais, sem saber a realidade de cada um, seria chute. Bolsonaro não quis chutar, e fez bem.

    • As principais estatais têm balanços auditados divulgados trimestralmente, fora que todos os resultados são amplamente divulgados pela imprensa. Basta usar o Google para saber a realidade de cada uma.

    • Syllas, um candidato liberal teria respondido quais estatais iriam ser privatizadas, sem titubear! Talvez deixasse de responder por outras porque lhe faltou na memória, mas falaria abertamente sobre as principais privatizações por um simples motivo: haveria plano de governo!

      Quando Bolsonaro fala em “estudar”, não é no sentido de querer ver o melhor jeito de privatizar, mas sim porque ele simplesmente não sabe o que fazer. Não tem plano de governo! A candidatura dele surfa em um Brasil revoltado e polarizado, onde temos Lula raivoso querendo retomar o poder e seu plano de perpetuação (à lá Venezuela) e, do outro lado, um saudosista da ditadura — também raivoso — que quer chegar ao poder mais por vaidade do que qualquer outra coisa.

    • Concordo Syllas. O papel do Administrador é conhecer a gestão em linhas gerais. As minúcias são com os ministros, no caso da administração pública.

  10. Os liberais precisam aprender a pensar estrategicamente. O tempo é muito curto para que surja um candidato liberal “perfeito” com chances reais de ir ao segundo turno. Continuando assim, a esquerda voltará a vencer em 2018.

      • Assim como um candidato liberal passará ANOS-LUZ da presidência em 2018. Legal ver como a direita é tão incapaz de se unir em torno de um interesse comum, abrandando as diferenças, o que apenas favorece os socialistas.

        • 1. Liberais não são “de direita”, são liberais.
          2. Um político antiliberal, estatista, nacionalista, protecionista e militarista que vive há 27 anos às custas dos pagadores de impostos… isto me parece bem socialista.

    • João Amoedo, partido novo 30, esse partido sim traz ideias, tem postura e atitude de mudança, levantam questões coletivistas, não são “salvadores” da pátria falastrões sem conteúdo que apelam para grosserias e desrespeitos.

    • É Marcelo, por isso que digo que liberais não entendem nada do jogo político. Continuem defendendo o liberalismo dessa forma que defenderão num gulag da vida…

      • Entendi. Liberais deveriam apoiar um político antiliberal, estatista, nacionalista, protecionista e militarista que vive há 27 anos às custas dos pagadores de impostos em nome do “jogo político”. Não.

    • Assista uma entrevista com Ciro Gomes e verá as respostas. Não estou fazendo campanha para ele nem sei se ele, como Presidente, seria tudo o que diz ou que aparenta mas as respostas ele sempre tem na ponta da língua.

      • Rapaz, Ciro Gomes, no tocante à economia, me parece bem capaz de se sair pior que o Lula… como já disse Marcelo Faria: só fala besteira, porem travestidas de boas observações, o que ele consegue geralmente arrotando dados duvidosos (imprecisos, de fontes inseguras, incompletos) e/ou os conectando com fatos que, embora tenham acontecido simultaneamente, não têm verdadeira conexão entre si.

        Mutatis mutandis, é parecido com o cara que defende o desarmamento apontando o exemplo do Reino Unido, onde supostamente acarretou em queda na criminalidade; isso não é verdade, a criminalidade por lá já estava em queda antes do desarmamento, apenas continuou caindo (aliás, se bem me lembro, ainda deu uma desacelerada na queda). Tanto é assim que, aqui no Brasil e em diversos outros países onde a criminalidade estava subindo, com o desarmamento, apenas continuou a subir.

        Fatos que aconteceram simultaneamente em um local nem sempre são conexos, mas é fácil fazer parecer que uma coisa causou a outra. Ciro Gomes, ao meu ver, apenas soa como um conhecedor da economia porque abusa desse fenômeno, mas é terrivelmente incompetente.

  11. Essa de “metade dos 60 mil homicídios do país são cometidos por policiais” foi a coisa mais estúpida que ouvi nesse debate estúpido.

  12. perfeita a sua colocação final!! Essa inversão de valores, e ideologias secundárias que fazem quem tenta agir certo no Brasil ver eco no Bolsonaro, mas ele não passa de mais um brasileiro indignado fazendo testão em rede social, que não faz nem ideia de que o buraco é muiiito mais embaixo. E acho bonito os defensores falarem “O Lula e a Dilma também não sabiam de nada e foram presidentes.” Aparentemente seria uma justificativa contra, estando o pais onde está.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here