DOE

A classe artística esquerdista envergonha aqueles que se propõe a entreter

Talento e intelectualidade são duas coisas distintas.
Talento provém de esforço em aprender um oficio ou uma arte. Em horas e horas de dedicação e estudo. Em usar sua criatividade ou suas mão para produzir algo de valor, seja uma musica, um lápis ou um sorriso (meu caso).
Intelectualidade é totalmente cerebral e está aliada a capacidade de raciocínio lógico e observação do mundo ao seu redor para compreensão do passado e do presente, está intimamente ligada a capacidade de formar a opinião pelos fatos e noticias e não por outras opiniões. Está atrelada diretamente ao pragmatismo e a razão e não a fé e a paixão por um ideal.
Os chamados “intelectuais” de esquerda nada mais são do que embustes, falsos pensadores limitados por suas paixões e emoções que ofuscam seu raciocínio lógico e compaixão. Vejo muitos desses, incluindo artistas talentosos em sua profissão, defenderem o governo usando sua influência e alcance para posar como “intelectuais”. Mesmo com provas contundentes na Lava Jato, eles defendem um regime de esquerda simplesmente por convicção ideológica em um sistema econômico e politico que matou mais de 100 milhões de seres humanos no século XX.
O socialismo falhou. Ponto. E a social-democracia também. Os países com maior liberdade econômica mostram como realmente ter sucesso. Como dizia Milton Friedman: “uma sociedade que coloca igualdade acima da liberdade vai acabar sem liberdade e sem igualdade”
Não estou falando de já notórios defensores que se alimentam financeiramente de alguma forma desse regime, sejam pela Lei Rouanet ou por agências de publicidade. Estes têm claro interesse pessoal e são deficientes morais.
Falo dos artistas e “intelectuais” que, mesmo tendo independência financeira e a opção de “pensar”, não o fazem. E atingem principalmente os jovens universitários, que agem muitas vezes mais pela emoção do que pela razão e também são criminosamente doutrinados pelos seus professores. E assim cooperam para formar mais militantes esquerdistas cheios de paixão e sem razão.
O artista que se torna cúmplice de algo tão nefasto como o socialismo suja suas mãos de sangue e destrói o objetivo do seu oficio de entreter, informar e alimentar sonhos em prol de uma ideologia.
Entretanto, há uma parcela da classe artística que luta contra esse cenário e vai de encontro ao pensamento de esquerda, uma parcela que está crescendo e aos poucos ganha espaço na mídia. Afinal, o respeitável público clama por algo diferente.
No mais, como bem disse Kevin Spacey:

“A opinião de um ator sobre política não importa merd* alguma”

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!