DOE

Empresário, executivo e motoboy: suicídios mostram que a crise atrapalha (quase) todos

Tudo que a esquerda tentou até o presente momento foi tentar colocar a culpa da crise na “elite branca” que teria atuado “contra o povo pobre trabalhador”. É aquela velha e ultrapassada retórica da luta classes que infelizmente ainda perdura na política nacional. Como se o empresário ficasse contente em assistir sua empresa diminuir de tamanho, demitir e perder valor. Como se o executivo ficasse feliz em ter redução nos lucros ao ter uma receita menor.

A série de suicídios chocantes no Brasil mostra que a crise – criada pela mentalidade esquerdista de uso do estado para fazer populismo por meio da impressão desenfreada de dinheiro – afeta famílias de todas as classes sociais. Todos são afetados, do dono da empresa até o motoboy.

Em junho desse ano, um empresário de Rio Claro cometeu suicídio após demitir 223 funcionários e ver as vendas de sua empresa de sofás despencar. Meses depois, o Brasil assistiu outras duas tragédias: no Rio de Janeiro, um executivo matou a família inteira e depois cometeu suicídio quando seu planos de empreender naufragaram; e em São Paulo, no prédio do Fórum trabalhista, um motoboy pulou do alto do prédio com seu filho no colo após passar por uma série de problemas financeiros.

Entretanto, há um lado que não é afetado pela crise: os funcionários públicos. Enquanto o setor privado tenta sobreviver com uma receita apertada, aqueles que trabalham para o estado seguem tendo reajustes salariais e possuem estabilidade.

A verdadeira luta não é entre ricos e pobres, mas entre milhões de indivíduos e o estado que os parasita.

Homem que cometeu suicídio no Fórum trabalhista de São Paulo
Homem que cometeu suicídio no Fórum trabalhista de São Paulo por passar dificuldades financeiras graças à crise criada pelo estado

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!