DOE

Tico Santa Cruz e a hipocrisia da esquerda que pede igualdade mas adora um privilégio

Como todos já sabem pelos posts e noticias que rolaram na Internet, Tico Santa Cruz foi expulso de um voo da Gol por causar um tumulto.
Analisei a resposta em vídeo do Tico e todos seus argumentos. O principal deles é a lei que diz que as companhias aéreas não podem cobrar mais por assentos se o serviço oferecido não for diferente – lei que sinceramente está sujeita a interpretações.
Diz ele que esperou todos entrarem no avião e depois, quando viu que o lugar estava vago, sentou-se. Como os comissários são obviamente orientados a conferir as passagens e orientar os passageiros aos seus lugares, assim o fizeram e ele, alegando que a companhia aérea estava sendo intransigente, se recusou a ir para seu lugar. A passageira que estava a seu lado ofereceu seu lugar (devia estar de saco cheio do bafafá), mas mesmo assim os passageiros, que já estavam nervosos, começaram a xingar e pedir que ele fosse retirado. No fim de tudo ele foi para seu lugar, mas por ordem do comandante e pela paz e segurança dos passageiros, ele foi retirado do voo por agentes da Policia Federal (mas não o japonês como alguns passageiros queriam).
A hipocrisia de Tico Santa Cruz mostra a inevitável e recorrente hipocrisia dos heróis da esquerda. Explico o motivo. Vamos partir do princípio que Tico esteja certo e que as companhias não poderiam cobrar R$15,00 a mais por uma poltrona por ela ter mais espaço entre as poltronas. Deixo claro, aliás, que acho tal lei absurda como liberal que acredita no livre mercado e livre concorrência.
Ora, se ele tentou comprar a tal poltrona por diversas vezes, por que não reclamou antes? Na verdade, quis dar o famoso “migué” esperando que todos sentasse e achou que ninguém iria perceber ou que fariam vista grossa por ele ser uma “celebridade” ou um “intelectual” (hahaha).
Além disso, não seria Tico aquele que prega a igualdade? Então porque gastar seu dinheiro com um privilégio que o diferencia de outros? Isso não seria oprimir aqueles que não têm dinheiro para pagar a mais pela tal poltrona? E ainda tentou justificar o acontecimento dizendo que estava sem dormir por tantos eventos importantes que tem frequentado. Isso o torna mais importante do que os outros passageiros? Se eu estivesse no mesmo avião e dois dias sem dormir por causa do trabalho, poderia pedir para ele se levantar então?
No fim das contas, Tico é mais um esquerdista que grita por igualdade mas adora um privilégio.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!