DOE

400 pessoas presas e 4 mortas em protestos na Venezuela; sede do partido de Maduro é incendiada

As forças bolivarianas de segurança da Venezuela prenderam pelo menos 400 pessoas após mais uma onda de protestos e saques na última quarta-feira (15). Os incidentes mais graves aconteceram na cidade de Cumana, quando centenas de pessoas saquearam mais de 70 estabelecimentos comerciais, principalmente supermercados, padarias e farmácias, levando tudo o que viram pela frente. 25 pessoas ficaram feridas e quatro pessoas morreram na ação. “Queremos comida” é o principal grito da população durante os protestos e saques.

Na cidade de Lagunillas, um grupo incendiou a sede local do Partido Socialista Unido da Venezuela, o partido do ditador socialista Nicolás Maduro, e saqueou um supermercado estatal (Pdval). O motivo da ação foi a ausência de leite – que havia sido prometido pelo governo – no supermercado estatal, o que levou centenas de pessoas a esperarem horas na fila à toa.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!