DOE

Agência reguladora pode parar de funcionar por “falta” de dinheiro

A incompetência estatal é tão grande que o próprio estado cria a crise que o afeta posteriormente. Um exemplo disso foi a entrevista ocorrida hoje (23) do diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Tiago de Barros, afirmando que o órgão pode parar de funcionar por “falta” de dinheiro. A agência propôs um orçamento de R$ 240 milhões para este ano, a presidente afastada Dilma Rousseff aprovou R$ 200 milhões e a agência gasta R$ 165 milhões por ano com salários de funcionários públicos, sobrando R$ 35 milhões para todas as atividades por todo o ano.

De acordo com Tiago, “Do jeito que está, a gente não fecha o ano. Daqui a dois meses, teria que parar o serviço porque não tem dinheiro para pagar a conta de luz.” No início de maio, a Aneel suspendeu os serviços de teleatendimento ao consumidor e as audiências públicas para discussão de temas regulatórios.

A Aneel parar de funcionar seria uma ótima notícia para os consumidores brasileiros, faltando apenas desregular o setor para que houvesse livre mercado, como praticamente já ocorre no “mercado livre de energia” brasileiro, voltado para a venda de energia no atacado entre médios e grandes geradores e consumidores de energia.

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

Bagé-RS recebe prêmio como município com mais Liberdade para Trabalhar no Brasil
A cidade de Bagé, no Rio...
Fórum Liberal 2023: Boa Vista-RR recebe prêmio de capital com mais Liberdade para Trabalhar
A capital de Roraima, Boa Vista,...
Michel Temer é premiado pela Reforma Trabalhista e defende “respeito à vontade do povo”
O ex-presidente Michel Temer recebeu o...
Fórum Liberal 2023 discutiu avanço da liberdade para trabalhar nos estados
O Fórum Liberal 2023, organizado pelo...
Fórum Liberal 2023 discutiu o avanço da liberdade para trabalhar nos municípios
O Fórum Liberal 2023, organizado pelo...
Fórum Liberal 2023 debateu: é preciso regular motoristas e entregadores de aplicativos?
O Fórum Liberal 2023, organizado pelo...