DOE

Alegando evitar monopólio, Haddad quer aumentar preço do Uber em 300%

Em setembro deste ano, a prefeitura de São Paulo regulamentou o limite de 5 mil veículos em circulação para todas as plataformas digitais (Uber, Cabify, 99 e etc.), que pode acarretar em uma multa de quase R$ 500 mil caso descumprida. O total de licenças de taxi é de 37.000, mais de 7 vezes a disponibilidade de veículos por aplicativo.

Agora, Haddad quer estabelecer uma nova regra onde aplicativos terão que pagar uma taxa maior para rodar na cidade, de R$ 0,10 por quilômetro até o motorista atingir 7.541,67 quilômetros rodados. Se rodar mais do que isso, o valor por quilômetro sobe progressivamente e o valor da taxa pode chegar a R$ 0,40.

“Segundo a nova resolução, quem optar pelos serviços mais usados ou utilizar o serviço nos horários de pico vai pagar até 300% a mais. Com isso, o elo mais fraco da cadeia – o usuário – é punido por escolher o serviço de sua preferência. Com preços mais caros, as pessoas terão menos incentivo para compartilhar viagens e mais incentivo para voltar a usar seu próprio carro, contribuindo para o aumento do trânsito, da poluição e do caos urbano.”, informou o Uber em um comunicado.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!