DOE

Alezzia contrata estagiário que foi demitido por criticar feministas nas redes sociais

Mais uma vez a Alezzia resolveu entrar na briga contra o movimento feminista. A empresa, que já foi alvo de um ataque feminista em sua página, agora resolveu contratar um ex-estagiário que foi demitido por zombar feministas em sua página no Facebook.

O movimento feminista denunciou em massa o perfil do estagiário na página da empresa dele, após as publicações polêmicas contra as feministas ganharem repercussão. A empresa, com medo de ser negativada (geralmente esse é o modo que o movimento feminista age, tentando negativar as páginas das empresas) resolveu fazer uma nota no Facebook retratando o caso.  O ex-funcionário foi demitido e posteriormente a postagem foi apagada devido à exposição da imagem do garoto.

Agora, na tentativa de surfar, obviamente, em mais uma oportunidade de marketing social com o tema sobre feminismo, a Alezzia resolveu contratar o garoto. A informação foi divulgada no próprio perfil do ex-estagiário e na página oficial da Alezzia.

 

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!