DOE

Após ficar quatro dias em Cuba, Papa recebe presidente liberal da Argentina por 22 minutos

Após ir à Cuba duas vezes em menos de seis meses – na primeira vez ficando quatro dias em companhia do comunista Raul Castro – o Papa Francisco recebeu hoje o presidente de seu país natal, o liberal argentino Mauricio Macri. O encontro durou apenas 22 minutos e foi marcado pela frieza do Papa, o qual sempre foi apontado como esquerdista desde os seus tempos de Arcebispo Metropolitano de Buenos Aires.

Os dois abordaram de forma superficial temas como pobreza, narcotráfico e reconciliação social. O Papa aproveitou a ocasião para afirmar que não irá visitar a Argentina em 2016, mesmo tendo visitado diversos países da América Latina (Brasil, Paraguai, Bolívia e México) nos últimos meses.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!