DOE

Após governo Macri cortar propaganda estatal, mídia de esquerda entra em colapso na Argentina

Após o governo Macri reduzir drasticamente a verba de propaganda estatal, a mídia de esquerda na Argentina entrou em colapso. Após o fechamento do canal de televisão de esquerda CN23, uma onda de demissões no setor poderá alcançar até 1500 pessoas, com canais de televisão, rádios, jornais e revistas que viviam às custas do dinheiro dos pagadores de impostos fechando as portas.

O diário “Tempo Argentino”, alinhado à esquerda, deixou de existir. O jornal “Página 12”, famoso por ter publicado algumas das principais denúncias de corrupção contra o governo de Carlos Menem (1989-1999), virou um panfleto esquerdista durante o governo de Cristina Kirchner e acabou sendo vendido para o sindicatos de porteiros para sobreviver. O canal de televisão TV C5N e o jornal “Buenos Aires Herald” (que tinha o INSS local como praticamente seu único anunciante) caminham para ser os próximos da lista.

Em 2003, quando Néstor Kirchner chegou ao poder, a Casa Rosada utilizou 2,6 milhões de dólares do dinheiro dos pagadores de impostos para financiar a publicidade oficial. Em doze anos, este gasto chegou a 200 milhões de dólares, um valor praticamente destinado a sustentar as mídias de esquerda.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!