DOE

“Apple chinesa” desiste do Brasil por causa da burocracia e dos impostos

Menos de um ano depois de chegar ao Brasil, a fabricante chinesa de celulares Xiaomi, conhecida como a “Apple chinesa” desistiu do país e descontinuou a fabricação de smartphones locais. A fabricante decidiu que não irá lançar novos aparelhos no Brasil e transferiu boa parte da equipe local para sua sede chinesa.

De acordo com o vice-presidente internacional da Xiaomi, o brasileiro Hugo Barra, a decisão se apoia em duas medidas governamentais tomadas em 2015, durante o governo Dilma: “mudanças constantes nas regras de fabricação e na tributação para vendas via comércio eletrônico”. A empresa possui um modelo de venda direta aos consumidores por meio da Internet que foi prejudicado graças ao estado.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!