DOE

Atirador em Dallas afirmou que “queria matar policiais brancos”, disse chefe de polícia

O assassino que matou cinco policiais e feriu outros sete na noite de ontem (07) na cidade de Dallas, Estados Unidos, durante um protesto do movimento negro contra duas mortes de negros causadas pela polícia em outras partes do país, afirmou que “odiava brancos” e que “queria matar pessoas brancas, especialmente policiais brancos”, de acordo com o chefe de polícia local, David Brown. Brown também afirmou que os assassinos utilizaram uma técnica de emboscada cuidadosamente planejada e que claramente visavam “ferir e matar o máximo de policiais possível”.

Identificado como Micah Johnson, de 25 anos, o assassino também disse aos policiais que havia plantado explosivos na região, o que não se confirmou até o momento. Johnson foi morto por meio de um robô enviado pela polícia para detonar um explosivo próximo ao assassino. Três outros envolvidos foram presos.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!