DOE

Avó é autuada por transportar “ilegalmente” os netos e amigos à escola

A dona de casa Rosana Aparecida Martins, de 51 ano, foi autuada por transporte “ilegal” de passageiros em Campinas – SP. O motivo? Rosana transportava os dois netos e mais duas crianças para uma escola municipal há cerda de um ano e meio. Rosana teve o carro apreendido e terá que pagar multa de R$370 reais por transporte “irregular”.

“Foi um absurdo que fizeram. Eu fui abordada por dois fiscais que me disseram que havia uma denúncia de que eu fazia o transporte irregular de crianças e que teria que descer do veículo. Eles falaram que estavam me monitorando há um mês e que fizeram uma campana nesse dia para me flagrar. Eu estava com minha mãe e as crianças e passei por muito constrangimento”, disse Rosana. Ela pagou a multa, retirou o automóvel no dia seguinte à apreensão, vai recorrer do pagamento e avalia processar a Emdec por danos morais e materiais. “Eu me senti como se fosse uma criminosa”.

Além do estado criar leis e normas irrelevantes que interferem na vida das pessoas, ainda gasta dinheiro dos pagadores de impostos vigiando e restringindo a liberdade dos brasileiros de se locomoverem como quiserem.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!