DOE

Conselheira tutelar impede que garoto de 12 anos toque acordeão na rua (veja)

Um garoto de 12 anos foi impedido de tocar acordeão (também conhecido como gaita) em uma calçada no centro da cidade de Santo Ângelo – RS por uma conselheira tutelar. De acordo com a burocrata estatal, como havia um chapéu para que as pessoas fizessem contribuições voluntárias – como qualquer músico faz quando toca na rua – o garoto estaria “mendigando”, o que seria proibido.
“Ela queria arrancar o guri”, afirma a mãe do garoto, que decidiu deixar o local com o filho após ele chorar por causa da conselheira tutelar. Casada com um operador de empilhadeira, a mãe é humilde e afirmou que o menino é apaixonado por acordeão. O primeiro instrumento que ele teve estragou e a mãe usou o dinheiro que ganha costurando pra fora e recolhendo latinhas para comprar um novo instrumento.
O assunto foi levantado nas redes sociais pelo padrinho do garoto, o conciliador judicial e pequeno agricultor Paulo César Oliveira, 30 anos. “Ele tem um dom, desde criança ele sempre gostou de ver o avô tocando e nós incentivamos ele a fazer aula de gaita”, conta o padrinho.

O caso será encaminhado à Promotoria de Justiça.

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!