DOE

A cronologia do picadeiro: como o STF se transformou num circo para salvar Renan Calheiros

Aos poucos vamos descobrindo os podres por trás da decisão do plenário do STF que rasgou a Constituição para salvar Renan Calheiros:

– A ideia de Renan Calheiros ignorar a liminar emitida por Marco Aurélio Mello foi orientada por um ministro do próprio STF por telefone. Tenho uma leve impressão que seja o mesmo ministro que não votou porque está no exterior e que atacou publicamente Marco Aurélio Mello pela imprensa.

– Aliás, esse ministro iria voltar às pressas ao Brasil para participar da votação, mas mudou de ideia na terça-feira com uma desculpa esfarrapada. Por que será?

– Na mesma terça-feira, o presidente Michel Temer se empenhou pessoalmente para buscar uma “solução alternativa” para Renan Calheiros junto ao STF, em conjunto com as “cúpulas do Senado, do PMDB e do PSDB, ex-ministros do STF, e os ex-presidente da República José Sarney e Fernando Henrique Cardoso”.

– Ainda na terça-feira, um repórter do UOL já sabia que Celso de Mello iria votar antes no processo (normalmente, Celso é o penúltimo a votar no plenário), a favor de Renan, e também sabia o voto dos ministros que iriam acompanhar a tese. Coincidência?

– Carmen Lúcia, presidente do STF, se reuniu com o petista Jorge Viana, 1° vice-presidente do Senado, e com o presidente do PSDB, Aécio Neves, para costurar o acordão. E pediu a um senador que “a ajudasse a pacificar a casa” porque “se tirar o Renan daquela cadeira, o governo de Michel Temer acaba”.

Resumindo: a sessão do STF de ontem não passou de um espetáculo circense com picadeiro montado entre segunda e quarta-feira para manter Renan Calheiros no poder.

E ainda tem gente dizendo por aí que a decisão do STF “respeitou a separação entre os poderes e a Constituição”.

Não é o que parece.

Compartilhe nas redes sociais:

Mais Recentes

Jaboatão dos Guararapes se torna a cidade com mais Liberdade para Trabalhar do Brasil com apoio do ILISP
No dia 13 de novembro de...
Presidente do ILISP conversa com governador de Goiás para aumentar Liberdade para Trabalhar no estado
O presidente do ILISP Marcelo Faria...
Projeto do ILISP é considerado um dos 6 melhores do mundo e concorrerá a prêmio mundial
O projeto Liberdade para Trabalhar do...
Estado do Paraná regula Lei de Liberdade Econômica com apoio do ILISP
O governador Carlos Massa Ratinho Junior...
Bagé-RS recebe prêmio como município com mais Liberdade para Trabalhar no Brasil
A cidade de Bagé, no Rio...
Fórum Liberal 2023: Boa Vista-RR recebe prêmio de capital com mais Liberdade para Trabalhar
A capital de Roraima, Boa Vista,...