DOE

Desfile da Paraíso do Tuiuti foi baseado em Karl Marx

A “classe trabalhadora” brasileira tem sua “mão-de-obra explorada” e “tenta se proteger dos constantes ataques à CLT com sua combalida carteira de trabalho como escudo”. É o que afirma a ficha técnica do desfile da Paraíso do Tuiuti, escola de samba que defendeu a CLT no Carnaval enquanto empregou somente 3 trabalhadores com CLT em 2017.

De acordo com trechos da descrição do desfile, claramente baseados em Karl Marx, a “divisão do trabalho de toda sociedade de classes” seria feita em “três categorias possíveis de trabalhadores: livres, servos e escravos”. No Brasil atual, a “massa trabalhadora” teria “substituído os escravos antigos” enquanto “a classe dominante extrai e concentra cada vez mais as riquezas geradas pelo trabalho do povo”. Por fim, de acordo com a escola, a “mão do trabalhador brasileiro continua acorrentada ao velho tumbeiro” mostrando que “o antigo regime exploratório dos ricos sobre os pobres avança em golpeantes reformas”. Desta forma, a musa da escola representou “o trabalhador brasileiro tentando se libertar das correntes da exploração de sua mão-de-obra”.

A descrição do desfile da escola está em linha com a visão política de seu carnavalesco, Jack Vasconcelos, militante declarado do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Em entrevista há duas semanas, Jack deixou claro que só passou a fazer enredos políticos depois que o Partido dos Trabalhadores (PT), seu “parceiro do poder”, saiu do governo: “Hoje somos oposição e antes éramos parceiros do poder e não podíamos arranhar a relação. Enredos mais críticos não eram incentivados. Agora com uma guerra declarada tem essa abertura maior. Os dirigentes nos deixam livres, e temos mais é que fazer”.

Estas e outras hipocrisias da escola de samba foram resumidas pelo ILISP no vídeo abaixo:

https://www.facebook.com/ilisp.org/videos/2459714174254054/

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!