DOE

Dilma estuda multar quem não matar “a mosquita” do Aedes aegypti

A fim de “resolver” o problema da transmissão de dengue, chikungunya e zika viírus feita pelo Aedes aegypti, Dilma teve uma nova ideia: pediu um estudo à área jurídica do governo sobre como multar os proprietários de casas, terrenos e estabelecimentos comerciais que não matem “a mosquita”.

A fiscalização e cobrança da multa ficará a cargo dos municípios. Resta saber como ser obrigado a entregar mais dinheiro ao estado pode combater um mosquito.

Com informações do Radar Online da Veja

Está gostando do conteúdo? COMPARTILHE!

Mais Recentes

Liberdade para Trabalhar avança em Anápolis-GO com 297 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Ranking mundial da Forbes reconhece o ILISP como um dos think tanks com maior alcance nas redes sociais
Dois artigos publicados na Revista Forbes...
Liberdade para Trabalhar avança em Nova Friburgo-RJ com 289 atividades liberadas de alvará
Lançado no dia 29 de junho...
Projeto Liberdade para Trabalhar é lançado em Sergipe
Lançado nacionalmente no dia 29 de...
Liberdade para Trabalhar: Boa Vista-RR dispensa 297 atividades da necessidade de alvará
Lançado no dia 29 de junho,...
Em evento no Senado, ILISP lança o Mapa da Liberdade para Trabalhar
Um pequeno empreendedor que tirou a...

Leia Sempre Primeiro

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba sempre em Primeira Mão!